Disposição

A disposição de um homem as vezes fica exposta a cara.

Certa vez num transporte público, lhe foi perguntado as horas, a pequena, não sei se cabe dizer, lhe perguntou as horas de uma maneira tal que parecia mesmo querer outra coisa, ela não parecia se preocupar com o tempo de fato, e a verdade é que não ia a nenhum lugar onde a pontualidade no fundo importaria, ele fez uma rápida análise de cima a baixo como se procurasse um motivo para dar as horas, podem disse, de forma incisiva:

- Ora pois, não terei dinheiro pra lhe pagar no final de tudo isso!

A pequena, que não era de se jogar fora meu caros leitores, tinha bonitos cabelos, olhos marcantes e um corpo que homem nenhum procuraria defeito, ela ficou horrorizada, claro, como é de se esperar e só não lhe meteu a mão na cara por que aquela cara se impunha um respeito de tal forma que parecia não ser possível dar-lhe um tapa e no fundo também ela ficou a pensar em dizer que não teria intensão em cobrar nada no final das contas, mas na altura do campeonato era necessário resguardar um tanto de dignidade com ela.