NCT U e a sincronização dos sonhos

Parte 2 — Mensagens do subconsciente

Open your eyes

Esse post é a parte 2 de uma série que você encontra aqui: parte 1, parte 3

Teaser #2. Synchronization of your Dreams

Continuando minha análise sobre o debut do NCT U, o segundo teaser, “Synchronization of your Dreams”, nos mostra Taeyong acordando na penumbra de seu quarto, uma luz chamando atenção ao longe. Ele percebe que sua cama está cheia de areia, bem como suas mãos. O menino do primeiro teaser abriu os olhos mais velho, mas mesmo assim ainda estamos em um sonho. Ao levantar, ele segue um caminho de areia, vestígios do deserto, mas agora há um tapete vermelho por baixo. Um caminho importante.

Taeyong entra na luz ao fim do túnel, e o cenário que se segue é claramente um backstage, um limbo, com suas paredes improvisadas e entulhos que não couberam no palco principal. Ele veste uma jaqueta de couro e bagunça o cabelo: a entrada na personagem superstar, tanto do mundo onírico, quanto do mundo real.

Um backstage representa o local onde toda a mágica realmente acontece. Enquanto o público vê somente as luzes e aplausos da apresentação final, o artista passou anos calibrando sua criação nas sombras e na incessante repetição do ordinário até que se tornasse algo especial. Taeyong e os outros, no momento, estavam nessa dimensão tanto no teaser, quanto em suas vidas enquanto esperavam o debut.

A música que começa a tocar, o próprio single oficial “The 7th Sense”, traz o clima sombrio e turvo do mundo dos sonhos. As coisas são, mas não exatamente. A câmera continua seu caminho pelo backstage, onde entramos na próxima sala, e encontramos Hansol e um cavalo.

A parte mais interessante é que o Hansol não entrou no lineup do NCT U. Qual o sentido dele estar no teaser? A SM pode, sim, ter mudado de ideia e tirado o menino do nada, mas o cavalo estar ali instiga a imaginação.

Hansol usa uma blusa que remete à vestimentas de um rodeio. Em um rodeio, a dominação do animal pelo homem é o objetivo final, mas metaforicamente esse processo representa a dominação de quaisquer forças livres pelo homem, seja por meio físico ou psicológico. Hansol está no processo de dominar seu cavalo, de trazer seu inconsciente, seu mundo dos sonhos, para a realidade. Eventualmente ele irá debutar, e espero que traga mais insights sobre esse processo.

Em seguida temos a estufa tropical de Ten, o primeiro tailandês a debutar pela SM. Uma floresta remete à sonhos de liberdade, mais uma vez, de libertar os instintos animais e de ser livre. Na música “Open the Door”, apresentada quando eles ainda eram trainees, o rap de Ten segue:

“I’m a king kong this jungle is my kingdom

Flying on the top like an eagle with my freedom”

Em sua floresta, ele é o rei e comanda seus sonhos. “Open the Door”, por sua vez, pode ser vista como a introdução não-oficial para “The 7th Sense”, fazendo ainda um paralelo com o refrão “Open your Eyes” da última. As dualidades de entrada/saída, sonho/realidade, trainee/celebridade já se mostravam presentes, mesmo muito antes do debut.

O próximo a aparecer é Mark, o mais novo do grupo (16 anos!). No seu cenário, como no de Taeyong e Ten, vemos uma versão inicial dos aquários que cada um deles vai ocupar no clipe oficial. Taeyong com as lâmpadas, Ten com a floresta, e Mark com as paredes quadriculadas. A configuração do cômodo, com três paredes e nenhuma porta, também é repetida no clipe oficial, deixando Mark como o único que não está fisicamente preso dentro de sua própria caixa.

O próprio guia a câmera, continuando a jornada, em um gesto que remete à cobra do Teaser #1. Seria um sinal de que estamos perto de voltar para a realidade?

Jaehyun, o último membro a ser apresentado, levanta rapidamente de uma poltrona. A estampa em sua camisa, embora difícil de confirmar, lembra um emaranhado de cobras (!). Coincidência ou não, é ele quem, como a cobra, nos leva à cena final do teaser, onde todos os membros dançam entre piscinas vazias, com uma luz — a mesma que acordou Taeyeong — indicando a saída, o (re)nascimento e, também, o palco principal.

No outro post, relacionei a água como elemento que representa as emoções, e a ausência dela também nesse teaser é bastante clara: isso é só um preview, o que realmente vai preencher essas piscinas e os sonhos dos meninos ainda não está aí. Mas eles já nos dão o aviso: abra os olhos.

Teaser #3. 7th Sense

Já no terceiro teaser, a água é o primeiro elemento a aparecer, com WinWin vestido totalmente de azul e bebendo chá em um conjunto de porcelana da mesma cor. Não encontrei a tradução do que eles falam, mas pelas ações, me pareceu que ele é funcionário de um restaurante e está terminando seu trabalho.

Ele bebe o chá, olha pela janela (pensando sobre a liberdade?), e inicia uma sequência de dança tradicional chinesa combinada com dois elementos que me chamaram a atenção:

  1. A mariposa branca

Na China, há uma superstição que diz que, quando uma mariposa branca entra em sua casa, ela representa o espírito de alguém querido e que já se foi, e por isso não devemos expulsá-las. Além disso, por ser um animal noturno, sua simbologia está ligada ao mistério e ao inconsciente, fazendo parte do conceito de sonhos que permeia o NCT.

Ao invés de ser o espírito de alguém, eu acredito que o próprio WinWin pode ser essa mariposa: alguém que está de fora, ou que só pertence à um dos mundos, mas que interfere e se relaciona com o mundo dos outros meninos sem estar completamente lá.

2. Os véus

WinWin está dentro de um cômodo protegido por véus, muitas vezes retratado com a câmera o observando pelo lado de fora, como objeto externo. Apesar da transparência, a fluidez do tecido reflete a essência totalmente diferente de WinWin: os outros meninos, no clipe oficial, estão dentro de caixas de vidro.

Estar atrás dos véus simboliza uma pessoa que teve a coragem e sabedoria de entrar em contato com seu inconsciente. No tarot Rider Waite, a carta A Sacerdotisa/Papisa representa esse arquétipo com a figura feminina, associada ao inconsciente e ao mistério, em frente a dois pilares e um véu transparente entre eles. Rachel Pollack, em seu livro “Seventy-Eight Degrees of Wisdom”¹, fala sobre esse simbolismo:

“Atravessar o véu significa conhecer conscientemente a sabedoria irracional do inconsciente.”

E também:

“Para a maioria de nós, na maior parte do tempo, o inconsciente turbulento se mantém escondido embaixo de uma camada plácida de consciência. Nós não podemos entrar no templo porque não sabemos como entrar dentro de nós mesmos.”

WinWin, como presença diferente e misteriosa na jornada do NCT, pode representar um mediador entre os sonhos e a realidade, pois ele já passou pelo mesmo caminho e aprendeu a se conhecer e se disciplinar. A própria coreografia que ele performa não seria possível sem uma grande concentração e estabilidade interior. Pode-se dizer que WinWin aprendeu, por fim, a utilizar seu sétimo sentido.

Sério. Forte uso do sétimo sentido.

WinWin mais uma vez reforça sua diferença fechando os olhos (quando no outro teaser o objetivo era justamente abrí-los) e sendo invadido por flashes de diferentes origens: o menino com a mãe/raposa, o pôr do sol, o cenário com as piscinas vazias, e Taeyong entrando na luz.

No momento em que a mariposa branca levanta vôo, ele abre os olhos: está na hora de agir.

O teaser termina com uma cena misteriosa de WinWin em uma sala moderna, diferente de todos os outros vídeos. A parede de vidro nos dá um preview dos aquários em que os meninos estarão no clipe oficial. As prisões invisíveis. E, coincidentemente ao seu lado… está uma garrafa de água.

WinWin ainda não debutou na unit NCT U, mas faz aparições misteriosas que abordarei no próximo post. A presença dele indica um elemento diferente, porém essencial, ao menos nessa parte da história.

Notas:

¹ Tradução livre de algumas partes do trecho: “Now, most people assume we are somehow forbidden to pass the pillars of the High Priestess. In reality, we simply do not know how to. To enter behind the veil would be to know consciously the irrational wisdom of the unconscious. That is the goal of the entire Major Arcana. Look carefully at Smith’s picture. You can see what lies behind the veil by looking between the veil and the pillars. And what lies behind is water. No great temple or complex symbols, simply a pool of water, a line of hills, and the sky. The pool signifies the unconscious and the truth hidden there. The water is motionless, the secrets in its darkest depths, hidden under a smooth surface. For most of us, at most times, the turbulent unconscious remains hidden under a placid layer of consciousness. We cannot enter the temple because we do not know how to go into ourselves.”

Fontes:

POLLACK, Rachel (1998). Seventy-Eight Degrees of Wisdom. Nova Iorque: Thorsons Publishers.

Novamente, muito tempo no Youtube e no Tumblr :)

E aí surgiu o Kpop

Written by

Agora to escrevendo aqui: https://eaisurgiuokpop.wordpress.com/

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade