Hora de aceitar que o Capitalismo não deu certo
Gustavo Tanaka
1.4K363

1 — Capitalismo não tem nada a ver com esgotação de recursos, se assim fosse, os países socialistas teriam as maiores reservas minerais do mundo. Ou seja, isso tem a ver com crescimento populacional e não com capitalismo, vou usar um exemplo bem simplório para entender: Uma árvore que dá fruto para sustentar dez pessoas não conseguirá sustentar cinquenta. 
2 — Desconexão com a natureza? Vivemos em mundo onde se fala dia a dia sobre a preservação da mesma. Inclusive grandes empresas (oriundas do capitalismo) contribuem para a preservação da natureza, os temas mais em voga são nessa vertente, como exemplo posso citar: A TI Verde e sustentabilidade. Além disso, qual a importância real de se viver conectado com a natureza? Essa é sua visão do mundo em relação ao que seria bom.
3 — O medo da economia não deveria existir porque economia é algo criado pelo homem???? Essa aqui é tão idiota que nem dá pra levar em consideração, mas ainda assim podemos argumentar que o homem também criou o capitalismo, então ele não precisa ter medo disso né? Logo, todo seu texto é infundado. Ignore o capitalismo, ele foi criado pelo homem e você não precisa pensar nele.
4 — A idéia de “fazer o que você ama” é estúpida, faça aquilo que você é bom e ame o resultado e se está infeliz no trabalho, troque de emprego, aprende novas habilidades, todo emprego te dá trabalho, essa é a lógica da coisa, querer viver encostado sem esforço e ganhar milhões é um absurdo. 
5 — Meritocracia, muita gente fala e pouca gente sabe o que é, como é parece ser o seu caso. Um bom exemplo de meritocracia pode ser visto nos esportes, jogadores do mesmo time tem salários diferentes e não é conforme a posição que se joga, mas sim conforme a qualidade do papel desempenhado. Merecimento é diferente de necessidade, não é porque alguns necessitam ganhar mais que eles necessariamente merecem ganhar mais.
6 — Músicos, atores e atrizes, pintores, escritores e tantos outros ganham muito mais dinheiro com sua arte do que vendedores de grandes empresas, não sei em que mundo você vive, mas nesse aqui a arte é valorizada até demais. É claro que, fumar maconha o dia inteiro e fazer miçangas, não pode ser considerado arte.
7 — Até quem vende água de coco na praia quer vender mais, as empresas que estão entre as melhores do mundo para se trabalhar tem metas agressivas e ainda assim produzem qualidade de vida para os profissionais, dá pra citar ai o Google, o Facebook e as brasileiras Acesso Digital e Dextra. Metas e infelicidade só são sinônimos para quem quer ganhar mais produzindo sempre o mesmo. 
8 — Não sei onde que existe essa correria doente que você fala, porque mesmo em São Paulo nós vemos barzinhos lotados, cinemas lotados, teatro lotados, praças lotadas, será que essa gente toda que se diverte em São Paulo vem de fora? Isso pegando o exemplo da cidade que mais é criticada por conta do estilo de vida centrado em construir uma carreira. Se for observar outros grandes centros como Rio de Janeiro, Belo Horizonte etc., a coisa fica mais distinta ainda desse seu pensamento.
Enfim, o que eu vejo é uma série de argumentos mal desenvolvidos baseados em um desconhecimento do cenário real do capitalismo no mundo. Sugiro fortemente que você leia mais sobre economia, livre mercado, meritocracia entre outros assuntos.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Edinor Junior’s story.