Bel Pesce e o empreendedorismo de palco: porque a Menina do Vale não vale tanto assim
Izzy Nobre
3.5K373

Tem gente defendendo a guria. Eu até entendo, ela não chega a ser o pior dos indivíduos e talvez sua fama seja mais benéfica para a sociedade do que o contrário.

Agora isso não muda o fato de que ela criou uma personagem de si mesma. Na medida em que percebia que dava certo, foi elaborando cada vez melhor seu conto de fadas. Sempre com a melhor das intenções, claro…

Eu diria que esse seria, no mínimo, um bom exemplo de falta de ética profissional.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.