Paulo Antônio Pereira Pinto

Introdução

Assuntos relativos à China e ao papel do Sudeste Asiático, na emergência da Ásia Pacífico, têm sido analisados, em sucessivos artigos, neste espaço, a partir de meados de 2020. A proposta destes exercícios de reflexão obedeceu mais à vivência do autor[1] nas áreas de influência chinesa, do que em pesquisas acadêmicas, também citadas.

No processo, foram analisados: os traços gerais da iniciativa “Belt and Road” de Pequim; a questão de Taiwan; nosso “alinhamento automático com Pequim”; o relacionamento da China com os países de seu entorno imediato; a formação do megabloco de integração econômica regional RCEP (Parceria Regional Econômica…


Felipe Kern Moreira

Photo by Fernando Jorge on Unsplash

Resumo: O propósito desta contribuição é descrever o papel central que Elisabeth Mann Borgese desempenhou no desenvolvimento do regime internacional do oceano, particularmente, na concepção do princípio do patrimônio comum da humanidade. As contribuições pioneiras de EMB permitem o reconhecimento de formação de um legado que está para além das questões costeiras e oceânicas.

Aqueles que possuem um pouco de familiaridade com o Direito do Mar, em algum momento, se depararam com a referência ao discurso histórico de Arvid Pardo na Assembleia Geral das Nações Unidas, em 1o de novembro de 1967, por meio do qual examinara a proposta da…


Murilo Chaves Vilarinho

Photo by Lucas George Wendt on Unsplash

Resumo: Tanto o FSM quanto o FEM, apesar de modificar datas tradicionais de realização de seus encontros, irão ocorrer, normalmente, porém de modo virtual, no ano de 2021. Em suma, ambas as arquiteturas de poder transnacional objetivam refletir os caminhos das sociedades do planeta em um contexto pós-pandemia.

Os Fóruns Social e Econômico Mundiais são duas arquiteturas políticas de poder que, em alguma medida, influenciam o trajeto das relações internacionais no globo. São eventos, portanto, de escopo transnacional, cujos objetivos são diametralmente opostos, desde suas origens. Desse modo, apesar de ambos os espaços políticos de debates terem agendas diferentes em…


Ana Letícia Viana

Photo by Andrés Medina on Unsplash

Resumo

Este artigo analisa a relação entre a transferência do Conselho Nacional da Amazônia Legal do Ministério do Meio Ambiente para a Vice-Presidência da República e o Tratado de Cooperação Amazônica, num momento de críticas à forma como o governo lida com a questão da preservação da floresta e de esvaziamento dos locais de discussão e cooperação na América do Sul. Acredita-se que esse nexo apresente janela de oportunidade para o Brasil retomar a cooperação na região e se reinserir como potência no continente.

A transferência do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL) do Ministério do Meio Ambiente para a…


A publicação de artigos em revistas científicas nacionais e internacionais, e de livros e capítulos de livros em coletâneas publicados por casas editoriais de excelência, são as formas mais importantes de disseminação e validação dos resultados das estratégias de pesquisa que são desenvolvidas por cientistas de todas as áreas do conhecimento.

O curso Escrever e Publicar um Artigo Científico — técnicas, roteiros e dicas para a publicação competitiva tem por objetivo apresentar aos participantes as etapas da produção de um artigo científico vencedor, as características de um trabalho publicável em uma boa revista científica, como também compartilhar orientações, procedimentos e…


Paulo Antônio Pereira Pinto

Photo by Elton Yung on Unsplash

Já houve um tempo recente, quando não utilizávamos termos atuais como “comunavírus” para criticar a China. Tal manifestação, entre outras, acontecem no contexto de dependência crescente da economia brasileira daquele país. A China é o principal parceiro comercial do Brasil desde 2009, absorvendo mais de 30% de nossas exportações. Volume mais do que o dobro do comércio com os EUA.

Mas o péssimo gosto nas críticas e a excessiva dependência econômica seriam tendências de peso em direção a cenário futuro de conflito em nossas relações bilaterais?

Tais desenvolvimentos sugerem oportunidade para o registro de que, no passado recente, nem sempre…


Paulo Roberto de Almeida

Photo by Rafaela Biazi on Unsplash

Parte 5 e final da série: “O outro lado da glória: o reverso da medalha da diplomacia brasileira”

Continuidade da Parte 4: “O outro lado da glória: A diplomacia profissional, como base da diplomacia presidencial”.

Toda diplomacia tem seus pontos altos e seus pontos baixos, dependendo das orientações presidenciais, que podem ser mais ou menos versados em filigranas da política internacional e dos limites impostos ao país no contexto regional e mundial. Na Velha República, por exemplo, um presidente turrão, e mal informado, conduziu o Brasil a se afastar da Liga das Nações: ela pode não ter sido muito bem…


Douglas H. Novelli

Photo by Matthew TenBruggencate on Unsplash

O artigo apresenta uma breve revisão do trabalho de Oliver Richmond (2019), discutindo as três metodologias intervencionistas identificadas pelo autor — o nacionalismo, o liberalismo e o cotidianismo — , ressaltando a natureza fundamentalmente dialética do modelo teórico proposto.

1. Introdução

A superação de conflitos e a construção da paz estão entre os principais processos estruturantes da política internacional contemporânea e, certamente, estão entre os mais complexos. O artigo “Interventionary order and its methodologies: the relationship between peace and intervention”, de Oliver Richmond (2019), é um trabalho recente advindo da literatura que trata das problemáticas em questão. Nele, o autor…


Paulo Antônio Pereira Pinto

Photo by Li Yang on Unsplash

Impressiona o artigo de Marcelo Ninio, em O Globo, no último dia de 2020, sob o título: “BLADE RUNNER VERSÃO COMUNISTA, Reflexões sobre os futuros da China na maior cidade do mundo”, no qual descreve, com invejável criatividade e precisão, que “imagens hipercoloridas dançam em prédios e pontes na confluência dos rios Yangtze e Jialing, disputando o foco de uma multidão com celulares em punho. Passado milenar e futurismo, luxo e miséria, ousadia individual e autoritarismo, tudo se embaralha num piscar de olhos. Assim é Chongqing, a impressionante cidade-província de 31 milhões de habitantes no Sudoeste da China”.

O texto…


Erwin Pádua Xavier

Photo by Macau Photo Agency on Unsplash

RESUMO: o presente artigo visa a apresentar o contexto das transformações históricas pelas quais a China tem passado nas últimas décadas e particularmente da emergência da nova liderança chinesa capitaneada por Xi Jinping. Busca-se apresentar os problemas e desafios que se delineiam no horizonte da China contemporânea, bem como as características, objetivos e caminhos recentes desenhados e implementados pelo governo chinês sob Xi Jinping.

A China é, historicamente, uma civilização extraordinária. Descendentes diretos da longínqua dinastia Xangue (Shang), a sociedade e o Estado chinês contemporâneos têm reconquistado um lugar de destaque na história e na política internacional do presente ao…

Editoria Mundorama

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store