Andando na oração

São tempos verbais diferentes, hora pretérito imperfeito, outrora futuro do presente. 
Que presente é poder escrever um poema, ir de um monólogo ao eu lirico sem nenhum problema.
Fazer desse momento um esquema, tipo religião.
a santissima Trindade.
caderno/caneta/mão. 
 E assim caminhar pela oração, 
sendo guiado por pensamentos sem noção, que vêm em questão de segundos a minha mente, 
fazendo transpasar pra esferográfica o que sente.