O que vem depois das Olimpíadas?

Praça Mauá, Rio de Janeiro.

O fim das Olimpíadas Rio 2016, na verdade, pode ser o começo de uma nova era e nós não podemos perder essa oportunidade.

Eu amo o meu país, a minha cidade e quero sempre que esses lugares sejam cada vez melhores. Torci e fiquei muito feliz em ver o reconhecimento internacional de que as Olimpíadas Rio 2016 foram um sucesso. Fico preocupado quando vejo os oportunistas de plantão baterem no peito e se sentirem verdadeiros heróis e visionários, que já sabiam que tudo daria certo e assim deitarem nos louros da vitória.

Fonte: Globo.com
O que acredito ser necessário para que o Brasil e o Rio vivam todo o seu potencial de glória e prosperidade é primeiro sabermos onde queremos chegar e, depois sabermos exatamente onde estamos, para assim identificar os pontos críticos, priorizá-los e atacá-los de forma estruturada e sistêmica, independente de quem estiver governando, pois esse é um projeto da sociedade como um todo e não de um partido ou político específico.

Não há como terceirizar essa responsabilidade. Ou nós, como sociedade, tomamos as rédeas da situação e passamos a governar efetivamente o país, através de melhores representantes, ou continuaremos sendo massa de manobra da atual classe política.

Entendo o sucesso das Olimpíadas Rio 2016 como resultado da capacidade do nosso povo de, na hora certa, ir lá e fazer o que deve ser feito. O que temos de refletir aqui é se não dava para isso ser de uma forma mais organizada, onde conseguiríamos, com o mesmo esforço, entregar mais, muito mais, isso é produtividade e esse é um dos maiores problemas do Brasil. Por conta da nossa baixa produtividade, os salários e os lucros são menores do que poderiam ser e nós perdemos atratividade para novos empreendimentos, diminuindo a nossa capacidade de gerar novos empregos.

Os eventos Olímpicos ainda não terminaram, temos também que fazer bonito nas Paraolimpíadas, tanto na organização e suporte ao evento, quanto indo prestigiar os atletas paraolímpicos, lotando as arenas e assistindo os jogos.

E terminados os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, será a hora de voltar a vida normal e encarar os nossos problemas, buscando aproveitar ao máximo o legado que pode ficar das obras realizadas e das instalações esportivas construídas.

Não podemos deixar as construções e novos espaços urbanos vazios, temos de transformá-los em escolas e ginásios para formar novos atletas, além de incentivar que os nossos artistas e empreendedores continuem ocupando os espaços, para que não se degradem, pensando em um desenvolvimento sustentável da nossa cidade.


E você, o que você acha dessa visão?

Gostaria de saber a sua opinião sobre o que mais devo defender na Câmara Municipal para maximizarmos o legado das Olimpíadas Rio 2016, pois esse é um dos meus compromissos de campanha.

Meu e-mail é profedmundoeutropio@gmail.com e você pode me encontrar no Facebook através do meu perfil ou Fan Page.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.