Princípio 07— Fidelidade

MANUAL DE DISCIPULADO 2

Avivamento e Reforma

___________________________________________________________________

Entendendo a Fidelidade de Deus

LEIA: SALMO 36:5 / BÍBLIA EM UM ANO: DEUTERONÔMIO 10–34

"A tua fidelidade dura de geração em geração; tu firmaste a terra, e ela permanece firme."— Salmos 119:90

Certa vez, em uma mensagem de oferta, ouvi o líder no altar dizer: "Se não formos fiéis a Deus com nossos dízimos e ofertas, Deus vai nos abençoar mesmo assim, pois a Bíblia diz que ainda que sejamos infiéis, Ele permanece fiel". Como líderes temos que ter muito cuidado com o que sai da nossa boca, principalmente quando estamos ensinando os "pequeninos da fé". O texto original de onde vem essa declaração é o seguinte:

Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo. — 2 Timóteo 2:13

Aqueles que entendem esse texto como uma base para dizer que "Se formos infiéis para com Deus ele permanece fiel a nós" está muito enganado. Preste atenção ao texto:

Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo. — 2 Timóteo 2:13

OS INFIÉIS

O que o Apóstolo Paulo disse é que se formos infiéis, Ele permanece fiel A SI MESMO. Em outras palavras, se fizermos a coisa errada Ele continua fazendo a coisa certa, e o que é a coisa certa? Vivemos tempos complicados hoje em dia onde os pregadores do evangelho só enfatizam a graça de Deus. Mas como eu aprendi com meu amigo Landen Dorsh, a graça é só a primeira marcha do nosso carro espiritual. Depois tem a segunda que é o poder, tem a terceira que é a unção e por aí vai. Os crentes imaturos vivem sempre andando só na primeira marcha e por isso nunca avançam na sua caminhada com Deus. A vida tem consequências, o Ap. Paulo disse: "Quem não trabalhar que também não coma" (2 Tes 3:10). Deus nunca é infiel, mas também nunca é injusto. É importante sabermos que há princípios e valores que Deus não abre mão, o princípio da semeadura e colheita é um deles. O sol nasce todo dia sobre todos nós, justos e injustos, todos os dias nós recebemos 24 horas para as administrarmos. O que fazemos do nosso tempo vai determinar o resultado que teremos. Por exemplo, se você é sedentário e ingere mais calorias do que você consome o resultado disso é que você vai engordar. Se você não se cuidar pode ficar muito acima do peso, pode até vir a ter um enfarto, essa não é a vontade de Deus pra ninguém, mas é o processo natural da vida. Outro exemplo é a vida financeira. Se alguém é muito trabalhador e ambicioso (no bom sentido) e passa o dia investindo seu tempo e recursos para seu crescimento financeiro, então é isso que ele vai colher. Por outro lado, se a pessoa se contenta com pouco e não é empreendedora, a tendência é que ela não se esforce muito para crescer financeiramente e é exatamente isso que ela vai colher. Nós colhermos o que plantamos em todas as áreas da nossa vida, inclusive a vida financeira, na vida conjugal, nos relacionamentos interpessoais e profissionais. Esse é o princípio da semeadura e colheita, você colhe o que planta. Deus permanece fiel independente dos resultados que você obtém. Deus é sempre fiel e derrama a chuva sobre todos, mas o que determina o fruto da sua colheita não é a chuva e sim a sua semeadura.

É exatamente isso que acontece no final de Apocalipse, cada um colhe segundo o que plantou, os fiéis colhem a vida eterna e os infiéis colhem a morte eterna, por quê? Porque por mais que Deus seja amor, Ele não pode negar a sua retidão e a sua justiça.

Deus não pode negar a si mesmo — não pode tratar os infiéis como se fossem fiéis. Isso seria incorreto, seria errado, seria injusto e Deus não é nenhuma dessas coisas. Por mais que Ele queira, Ele não pode agir com fidelidade para com um infiel. É isso que o texto significa quando diz:

"Se o negarmos, também ele nos negará; Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo."- 2 Timóteo 2:12,13

O versículo é claro. Paulo começa dizendo que se o negarmos e formos infiéis a Ele Ele também nos negará. Então Paulo continua e diz que Deus permanecerá fiel a Si mesmo, à sua palavra, à sua justiça. O que isso significa? Significa que se o negarmos Ele também nos negará. Isso mesmo, Ele negará diante dos anjos aquele que o negar diante dos homens.

"E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus. Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus. "— Lucas 12:8,9

Esta citação, arrancada de seu contexto, deu a muitas pessoas uma falsa segurança de que podem viver como quiserem pois a graça e a fidelidade de Deus para com eles não mudará, independente de suas ações. Muitos não chegam ao ponto de negar a sua fé em Deus, mas deixam de cumprir com seu papel de filhos e são infiéis em muitos aspectos. Desobedecem à princípios básicos da vida Cristã, desde a infidelidade nos dízimos e ofertas até a infidelidade á própria essência da encarnação e morte de Cristo que é a submissão. Quem é insubmisso a seus líderes e insubmissos a Deus que levantou esses líderes (Hebreus 13:17, Romanos 13:5). Insubmissos à Bíblia, deixam de congregar como a Palavra nos exorta a fazer (Hebreus 10:25).

“A bondade e a fidelidade preservam o rei; por sua bondade ele dá firmeza ao seu trono.” — Provérbios 20:28

O que Eles falham em entender é que, acima de tudo, Deus é radicalmente fiel a Si mesmo. Ele é comprometido com o Deus justo e verdadeiro que Ele é. Por que isso é uma boa notícia? Porque ele é completamente e absolutamente fiel a si mesmo e às suas promessas.

Se você morrer com ele através da fé (2 Timóteo 2:11) você viverá uma vida plena e abundante (Marcos 10:29–30) se você suportar as provas e aflições da vida com Ele através da fé (2 Timóteo 2:12), ele cumprirá fielmente todas as promessas contigo.

"Saibam, portanto, que o Senhor, o seu Deus, é Deus; ele é o Deus fiel, que mantém a aliança e a bondade por mil gerações daqueles que o amam e guardam os seus mandamentos." Deuteronômio 7:9

OS FIÉIS

A boa notícia é que se você está sentando aqui fazendo esse discipulado isso provavelmente significa que você não só é fiel mas você pretende gerar discípulos e filhos espirituais fiéis como você. Então para nós, os fiéis, o que podemos aprender hoje sobre a fidelidade de Deus?

Muitos lugares nas Escrituras exaltam a fidelidade de Deus. Lamentações 3: 22–23 diz:

"As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade."Lamentações 3:22,23

A palavra hebraica traduzida como “fidelidade” significa “firme”. Ser fiel é, portanto permanecer firme, imutável em seus propósitos e atitudes. O oposto de ser fiel é ser inconstante.

"Para sempre, ó Senhor, a tua palavra permanece no céu. A tua fidelidade dura de geração em geração; tu firmaste a terra, e ela permanece firme." — Salmos 119:89,90

Deus é fiel, imutável. As promessas que Ele fez são verdadeiras, Ele as irá cumprir porque Ele não muda (Malaquias 3:6; Números 23:19; 1 Samuel 15:29).

"Pois a palavra do Senhor é verdadeira; ele é fiel em tudo o que faz." — Salmos 33:4

Como vimos no texto inicial, podemos confiar que Deus será fiel a si mesmo. Ele nunca cessará de agir como Deus. Ele nunca cessará de ser soberano, de ser santo, de ser justo, de ser bom ou de cumprir suas promessas (1 Timóteo 6:15; 1 Pedro 1:16).

"Ó Senhor, Deus dos Exércitos, quem é semelhante a ti? És poderoso, Senhor, envolto em tua fidelidade. "— Salmos 89:8

DEUS É FIEL

Deus realiza o que promete. Ele foi fiel com Noé, com Abraão, com Moisés e com o povo de Israel. Deus foi fiel à humanidade quando selou a nova aliança selada com seu próprio sangue. A fidelidade de Deus significa que Ele não vai deixar de cumprir nenhuma de suas promessas. Deus é fiel a si mesmo. Sua consistência e imutabilidade são a base de sua fidelidade. Porque ele é fiel a si mesmo, fiel à sua palavra, Ele será fiel a nós.

"O Senhor é bom, ele serve de fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele." — Naum 1:7

Nosso conhecimento da natureza de Deus nos mostra que Ele é um Deus moral, bom e perfeito. Um ser fraco e limitado pode ser infiel, pode mudar e falhar, Deus não. Ele é muito bom e perfeito para ser menos do que fiel.

A maior evidência da fidelidade de Deus nos foi proporcionada pela vida de Cristo. Cristo foi o grande Revelador do caráter de Deus; Ele foi fiel até a morte, e morte de cruz.

"Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida." — Apocalipse 2:10

DECLARAÇÕES

  • Eu sou e sempre serei fiel a Deus, em tudo, sempre;
  • Eu demonstrarei diariamente meu amor e minha fidelidade à Deus, à minha família e aos meus líderes;
  • Serei conhecido por minha fidelidade aos meus valores e ideais;
  • Deus é sempre fiel, Ele é por mim e não contra mim;
  • A fidelidade de Deus dura para sempre;

Avivamento e Reforma

Ed Rocha

Lider Senior — Pier49

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.