PALAVRA DE CONHECIMENTO

MANUAL CULTURA DO REINO I

Aula 023

___________________________________________________________________

DIRETO AO CORAÇÃO

LEIA: Lucas 15:3–7 / Bíblia em um ano: 2Reis 1–3

Jesus Dando Uma Palavra De Conhecimento

O melhor exemplo de Palavra de Conhecimento na Bíblia é João 4, quando Jesus conversa com a mulher Samaritana. Ele se senta no poço e começa uma conversa trivial ao pedir um pouco de água. A mulher logo estranha o fato de Jesus, sendo um homem e sendo Judeu, querer conversar com ela. Naquele tempo na Judéia os homens não falavam com as mulheres pois as mesmas eram muito desvalorizadas na cultura da época. Muito menos um Judeu conversaria com uma Samaritana por causa das diferenças culturais e religiosas entre Judeus e Samaritanos. Mas Jesus passa por cima dos protocolos sociais, o que importa para Ele é a vida daquela mulher. E para ir direto o ponto Jesus dá uma palavra de conhecimento:

Jesus respondeu: “Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”.
A mulher lhe disse: “Senhor, dê-me dessa água, para que eu não tenha mais sede, nem precise voltar aqui para tirar água”. Ele lhe disse: “Vá, chame o seu marido e volte”. “Não tenho marido”, respondeu ela. Disse-lhe Jesus: “Você falou corretamente, dizendo que não tem marido. O fato é que você já teve cinco; e o homem com quem agora vive não é seu marido. O que você acabou de dizer é verdade”. Disse a mulher: “Senhor, vejo que é profeta. — João 4:13–19

Veja que no momento em que Jesus entrega a palavra de conhecimento sobre os cinco maridos que ela teve imediatamente ela o reconhece como profeta. Muitos acham que Jesus estava apontando uma falha no caráter e na vida da mulher, mas isso é um mal entendimento do que realmente aconteceu. Jesus não estava apontando a falha da mulher, ele estava apontando para seu sofrimento.

Imoral ou Vítima?

Muitos acham que a mulher Samaritana era imoral mas na verdade aquela mulher era a vítima na história. Ela era uma mulher sofrida, e ao entregar a palavra de conhecimento sobre os seus cinco maridos e sobre o homem com quem ela estava amigada Jesus não está expondo seu pecado e sim expondo sua dor.

Muitos leem esse texto pensando no contexto social atual onde uma mulher que teve 5 maridos e está amigada com mais seria considerada, em algumas circunstâncias, digamos assim, uma mulher "rodada". Mas não é isso que Jesus está destacando. A cultura e o contexto social da época apresentam o divórcio como uma ação unilateral, realizada pelo marido. A mulher não poderia iniciar o processo de divórcio, nem protestar contra ele. A lei de Moisés fazia do divórcio algo fácil de se realizar para o homem e impossível para uma mulher.

Mulher ou Objeto?

As mulheres não podiam repudiar nem deixar seus maridos à perigo de serem apedrejadas como adúlteras se tentassem. Já os homens poderiam a qualquer momento deixar suas mulheres e se casarem novamente com outra em questão de minutos. Essa facilidade e essa legalidade fazia com que os homens da época deixassem suas mulheres por qualquer motivo. Se o homem se desagradasse de sua mulher ou simplesmente quisesse se casar com uma outra, quem sabe mais nova, bastava ele inventar uma desculpa, arrumar um problema com ela, para a deixar por outra.

As mulheres da época viviam debaixo de uma grande pressão social de não “perder” o marido. Isso fazia delas mulheres subservientes, muitas vezes tratadas como propriedade, mais como escravas do que como esposas amadas. É por isso que, falando sobre o divórcio, Jesus diz que o marido não deve deixar sua esposa a não ser no caso de adultério (Mateus 19: 3–12, Marcos 10: 2–12).

Uma mulher de personalidade forte sofria muito naquele contexto social. Ou ela se anulava e matava um leão por dia para aturar e permanecer no casamento ou falava o que pensava e arriscava perder o marido. A mulher Samaritana deveria ser, provavelmente, uma mulher dominante, forte e convincente que não tinha medo de dizer o que pensava, e isto provavelmente lhe custou seus casamentos anteriores. Sabemos que ela era forte e convincente porque ela influenciou toda a cidade a seguir a Jesus (João 4:39–42).

Condenando ou Confortando?

Logo vemos que a palavra de Jesus para ela não foi uma palavra de condenação, pelo contrário, foi uma palavra de conforto. Em outras palavras, Jesus estava dizendo: Eu sei que já por 5 vezes você foi abandonada. Esses 5 homens que passaram por sua vida te usaram e te deixaram sem motivo. Romperam a aliança com você. Você creu e confiou em cada um deles para ser seu marido, seu protetor e seu provedor e eles te traíram. Você é uma mulher de fé pois, apesar de toda traição e abandono que sofreu, você continua crendo que encontrará alguém que te amará e cuidará de você, alguém fiel que não e abandonará.

Essa palavra de Jesus vai direto ao coração e a fé daquela mulher, ao ponto em que ela muda o assunto de água para o vinho, ou melhor, para a teologia, pois ela pergunta onde seria o lugar correto de se adorar. De tantas coisas que essa mulher poderia ter perguntado a Jesus, ela pergunta onde é o verdadeiro lugar de adoração. Já parou para pensar por quê? Isso só mostra que o coração dela está cheio de adoração. O que está transbordando dentro do coração dela é a adoração. Ela quer adorar a Deus e quer fazê-lo no lugar certo, da forma que O agrade pois os Judeus e Samaritanos discordavam sobre o verdadeiro local da adoração. Quando ela reconhece Jesus como um profeta a primeira coisa que ela quer saber é onde e como adorar a Deus da forma certa. Então Jesus traz para ela uma grande revelação:

Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem. Deus é Espírito, e por isso os que o adoram devem adorá-lo em espírito e em verdade. — João 4:23–24, NTLH

Em seguida Jesus se revela como Senhor e Cristo para a mulher, e movida por essa revelação, ela volta para sua cidade e leva muitos a fé em Jesus através de seu testemunho.

Muitos samaritanos daquela cidade creram em Jesus porque a mulher tinha dito: “Ele me disse tudo o que eu tenho feito.” — João 4:39

Palavra de Conhecimento

Veja quão grande efeito teve sobre a vida, não somente daquela mulher, mas também de toda a sua vila, a Palavra de Conhecimento que Jesus deu àquela mulher. Através dela muitos se converteram e entraram em um relacionamento com Deus.

A Palavra de Conhecimento é um dom do Espírito Santo. É a habilidade de receber e revelar informações sobre a vida da pessoa as quais você naturalmente não teria acesso. Existem homens e mulheres de Deus com esse dom tão aguçado que conseguem dizer o nome, endereço, telefone e às vezes até o endereço de alguém. O objetivo do dom, no entanto, não deve ser se exaltar como profeta e sim abrir o caminho para o coração da pessoa.

Um grande exemplo de alguém que flui nesse nível de Palavras de Conhecimento é o Sean Bolz, escritor do Livro Translating God (Traduzindo Deus). Sean é usado por Deus para revelar detalhes da vida das pessoas que só elas teriam como saber. Mas Sean não é o único com essa habilidade, nem mesmo o único de uma categoria de ungidos ou algo assim. Ele simplesmente ansiou, buscou e se aprofundou em um dom que está disponível para todos nós.

Vou fazer com que caia chuva no deserto e com que em terras secas corram rios. Assim também derramarei o meu Espírito sobre os seus descendentes — Isaías 44:3

E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne — João 2:28

O Pai derramou seu Espírito sobre nós e nos deu dons sobrenaturais. Um desses dons é a Palavra de conhecimento:

A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. Pelo Espírito, a um é dada a palavra de sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra de conhecimento — 1Cor 12:7–8

A Palavra de Conhecimento é uma tremenda ferramenta de evangelismo. Através dela podemos, de maneira sobrenatural, revelar os mais profundos segredos do coração das pessoas para comunicar o amor do Pai pelas vidas. Lembre-se que a profecia e os dons do Espírito Santo não são para constranger ao revelar os pecados das pessoas e sim para encorajá-las revelando o amor de Deus por elas.

Um Lanche e Uma Revelação

Certa vez fui comer um lanche em uma dessas barraquinhas de rua e o Pai me deu uma palavra de conhecimento para o rapaz que estava me atendendo. O Pai me disse que ele estava pensando em desistir da faculdade para trabalhar mais a fim de sustentar suas filhas pequenas. Eu entreguei a Palavra de conhecimento para o rapaz de forma simples, eu disse:

"Amigo, isso pode parecer estranho pra você mas, às vezes Deus fala comigo…"

Daí pra diante eu falei de maneira bem informal que Deus o amava e que o Pai mandava dizer que ele não deveria deixar a faculdade pois no futuro se formaria como advogado e poderia dar uma vida melhor para suas filhas. O rapaz ficou tocado e até chorou. Me agradeceu pela revelação e pediu que eu orasse com ele. Foi um momento lindo.

Creia em Deus, creia no Seu amor e na Sua habilidade de usar quem quiser. Basta você dizer "sim" pra Deus. Diga a Ele que você o ama e que você quer ser usado por Ele para levar seu amor à outros.

O Google de Deus

Deixe Deus te usar. Peça a Ele que te dê pistas sobre quem Ele quer tocar e ministrar ao seu redor agora. Deus sabe de todas as coisas, você sabe disso não é? Imagina que a Palavra de Conhecimento é o Google de Deus. Pense que, nesse exato momento, Deus sabe tudo a respeito de todas as pessoas ao seu redor. Portanto ore, peça a Ele que, pelo poder do Espírito Santo, te dê uma Palavra de Conhecimento para alguém.

A Palavra de Conhecimento pode ser algo simples. Você pode ver uma peça de roupa, um nome de uma pessoa, uma cor… pode ser um filmezinho que passe na sua mente, pode ser um pensamento, uma imagem… você pode ouvir um som, pode sentir a dor de alguém, enfim, Deus geralmente usa nossos sentidos (visão, audição, tato, etc) e nossos pensamentos (visões, imagens, palavras) que vem em nossa mente para nos dar pistas sobre o nosso "tesouro". Peça ao Pai que te dê Palavras de Conhecimento par as pessoas ao seu redor e embarque nessa tremenda aventura que é caçar tesouros para Deus.

Deus te abençoe e te use cada vez mais.

Que venha o Reino

Ed Rocha

Pier49 Movement

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ed Rocha’s story.