Cidadãos de bens.

Mataram um pessoa.
Um policial.

Profissional responsável pela segurança da sociedade.

Era pra ser um assalto perfeito. 
Eles levariam o dinheiro.
E deixariam uma pessoa viva.


Mas era o trabalho daquela pessoa.
Arriscar a vida pela segurança da sociedade.

Ou quase toda sociedade.
Esse conceito já tá meio deturpado.
Não o de sociedade.

O conceito de segurança.

Alguns são bandidos.
Outros, pessoas de bem.

Pessoas de bens.

Só ainda não consegui entender quem é quem.
Pois querem que os responsáveis pelo crime sejam mortos.

De preferência, Brutalmente.

Igualando a dívida.
Enxugando as mãos com o sangue de mais uma morte.

Bala por bala.
Olho por olho.

A lei do empate em que ninguém sai ganhando.
Óbvio? Não.

Não estamos falando de um campo de futebol.
Estamos falando de um campo de guerra.
Onde cidadãos foram promovidos a juízes.
Aplicando sentenças de morte.

Sentenças aprovadas por cidadãos de bens.

Cada sentença, um like.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated medite-se’s story.