O que é o EOS? O projeto atual de Dan Larimer

Imagem de: Crypto Coin Growth

O EOS é um projeto novo em fase de ICO do desenvolvedor Daniel Larimer.

Caso não saiba o que é um ICO leia este post:

Para quem ainda não conhece o Dan Larimer e seu extenso currículo no mundo do blockchain, recomendo que leiam o post abaixo antes de proseguir.

O que é o EOS?

O EOS pretende ser uma plataforma (sistema operacional) para aplicações descentralizadas. Uma espécie de super computador que roda programas de forma autónoma e descentralizada. Aonde qualquer pessoa possa criar um programa/aplicativo ou contratos inteligentes e disponibilizar para o resto do mundo sem precisar pedir autorização ou correr risco de ser censurado.

Conceitualmente é muito similar ao Ethereum, porém com importantes inovações que levam muitas pessoas a acreditarem que o EOS poderá até desbancar o Ethereum.

Principais Inovações

  1. Através do Delegated Proof of Stake (DPOS), conceito desenvolvido pelo Dani Larimer e já comprovado no Bitshares e no Steemit, que é uma evolução sobre outros algoritmos de consenso, o EOS poderá processar milhares de transações por segundo.
  2. Ao contrário do Ethereum, onde é necessário ter conhecimento na linguagem de programação própria (Solidity) para criar contratos inteligentes e desenvolver aplicações, o EOS proporcionará aos desenvolvedores uma variedade extensa de ferramentas e bibliotecas usando linguagens de programação já conhecidas e adotadas no mercado.
  3. Não haverá taxa para interagir com o blockchain do EOS, ao contrário do Ethereum aonde cada transação tem um custo (gas).

ICO do EOS

Imagem de: https://eos.io/

O EOS inovou também ao fazer seu ICO para distribuir os 1 bilhão de tokens EOS que existirão no mercado. Com duração de 1 ano, o ICO começou no dia 26 junho de 2017 quando a empresa por traz do projeto, a Block One, distribuiu 20% (200 milhões) dos tokens ao mercado durante os primeiros 5 dias. Após este período inicial deram seguimento a 350 ciclos de 23h com distribuição de 2 milhões de tokens a cada ciclo, totalizando 700 milhões de tokens. O ICO terminará no dia 1 de junho de 2018, quando os 100 milhões restantes ficarão em pose da da Block One, conforme se pode ver na imagem abaixo.

Imagem de: https://eos.io/instructions

Além de poder adquirir os tokens durante o ICO diretamente no site do EOS com Ether (ETH), já existem 100 pares negociados em inúmeras exchanges/bolsas. Conforme imagem abaixo:

Imagem: https://coinmarketcap.com/currencies/eos/#markets

Isto é realmente um grande conquista, dada a dificuldade que muitos novos projetos enfrentam para conseguir serem listados em bolsas e pelo fato do blockchain do EOS nem mesmo ter sido inaugurado e já ser parte de tantas delas.

Outro aspecto interessante é que atualmente os tokens EOS, são ERC20 e foram criados na plataforma concorrente do Ethereum. Após o período do ICO eles serão transformados em tokens do blockchain do EOS.

Preço

Este processo de ICO durante 1 ano permite ao mercado precificar o EOS de forma muito diferente do que vemos em outros ICOs, nos quais é normal ter uma corrida para adquirir os tokens de forma imediata.

Como podemos ver no gráfico abaixo o EOS teve bastante volatilidade de preço desde o início do seu ICO em junho de 2017.

Imagem de: https://coinmarketcap.com/currencies/eos/#charts

Começando ao preço de 1USD, atingiu uma mínima de menos de 0.50 USD e uma máxima de mais de 18 USD.

Desenvolvimento (GitHub)

GitHub é uma plataforma de hospedagem de código-fonte permite pessoas ao redor do mundo colaborarem no desenvolvimento de projetos de software.

A página do EOS no Github é extremamente completa e bastante ativa. Como pode ser visto no site Coincheckup.com que monitora atividade de diferentes projetos.

Na imagem abaixo, estão os projetos por ordem de subscribers, que são o número de pessoas que acompanham o projeto.

Imagem de: https://coincheckup.com/analysis/github

Neste quesito o EOS está apenas atrás do Bitcoin e do Ethereum, e está na frente do Litecoin, Ripple e Zcash. Projetos consagrados e há muito mais tempo no mercado.

Conclusão

EOS não tem um significado oficial, mas há pessoas que jocosamente dizem que significa “Ethereum On Steroids”, ou seja, Ethereum con anabolizantes.

Se de fato o EOS irá desbancar o Ethereum só o tempo dirá, mas não há dúvidas de que o Dan Larimer é uma pessoa extremamente competente e tem a experiência ímpar para criar algo realmente inovador e com capacidade de processamento muito superior aos concorrentes.

A Block One já arrecadou muito dinheiro durante estes meses de ICO, números do final de 2017 colocavam o valor acima de 700 milhões de USD, e a expectativa até o final do ICO é que ultrapasse os 1 bilhão USD. Isto sem considerar os 100 milhões de tokens que ficarão em posse da empresa.

Apesar da empresa não se comprometer legalmente a usar os recursos para o desenvolvimento do EOS, afinal será um projeto de código aberto e pertence a todos, foi criado um fundo para financiar projetos no EOS e o CEO Brendan Blumer anunciou no ano passado que tal fundo teria 1 bilhão de USD em recursos.

Certamente dinheiro não faltará e isto deve estimular o desenvolvimento de mais projetos inovadores na plataforma.

Inclusive, em fevereiro deste ano, uma das maiores (e mais controversas) bolsas de criptomoedas, a Bitfinex anunciou que estava criando a EOSfinex que seria uma bolsa de alta performance e descentralizada na plataforma EOS.

Para saber mais sobre o EOS, entre no site. Leia o Technical White Paper como também o Blog deles aqui no Medium.