Desisti do Brasil

As manifestações de ontem trouxeram mais uma vez para internet uma pequena demonstração de como perder a fé na humanidade. De um lado temos meia dúzia de malucos com seus cartazes absurdos pedindo a volta da ditadura ou atrocidades desse tipo. Do outro lado está a galera que ainda apóia o governo fazendo milhares de posts nas redes sociais ridicularizando o primeiro grupo acima citado. E no meio disso tudo estamos nós. Reféns numa situação muito além do nosso controle.

Confesso que não sei o que é pior. Os cartazes ridículos ou as pessoas usando photoshop (mal feito) pra deixar os cartazes ainda mais ridículos como é o caso deste que coloco abaixo.

Sério.
Não tenho mais forças ou paciência pra discutir com qualquer um dos lados.

Não dá pra tentar argumentar com as pessoas que a ditadura é algo ruim e não deve voltar porque quem defende essa ideia não está nem um pouco no clima de racionalizar. Quer apenas reforçar seu discurso de ódio sem pensar nas consequências a longo prazo.

É impossível discutir com quem defende o governo porque, mesmo depois de todas as falcatruas já reveladas, eles ainda acreditam que isso é o melhor pro país. Eles são iguais àquela criança que vê a mãe colocando o presente de Natal embaixo da árvore mas prefere continuar acreditando que foi o Papai Noel.

Não importa se a maioria de nós não quer a volta da ditadura e se recusa a continuar apoiando um governo corrupto. O Brasil não vai mudar simplesmente porque a gente não merece que ele mude.

Não vai mudar porque um lado critica quem usou o uniforme da Seleção Brasileira na Avenida Paulista mas não se importa em saber quem pagou pelas camisetas e lanches distribuídos aos integrantes da CUT que foram pro Instituto Lula manifestar seu apoio ao governo.

Não vai mudar porque um lado se ofendeu com o presidente da CUT chamando seus colegas a pegar em armas em defesa da Dilma mas não deu muita bola pra senhora que perguntava porque os militares não mataram todos os esquerdistas durante o golpe de 64.

Não vai mudar porque um lado reclama das más companhias do outro mas esquece que seus companheiros também não são flor que se cheire.

Não vai mudar porque um lado diz que os protestos são exclusivos da elite branca que tem dinheiro e estudou nas melhores escolas mas é só achar um cartaz com erro de português pra começar a fazer piadas e chamar todos de burros e analfabetos.

Não vai mudar porque um lado reclama da falta de educação do outro mas não pensa duas vezes em emporcalhar o chão da Avenida Paulista depois das manifestações em vez de procurar latas de lixo.

Não vai mudar porque um lado manda o outro estudar história mas costuma ignorar o passado dos seus próprios ídolos que hoje dizem que impeachment é tentativa de golpe mas tentaram derrubar os governos de Collor, Itamar e FHC usando esse mesmo instrumento constitucional.

Eu queria acreditar que a Operação Lava-Jato vai realmente mudar alguma coisa e que enfim deixaremos de ser o país do futuro e nos tornaremos o país do presente. Mas depois de ter acompanhando tantos escândalos de corrupção ao longo dos meus 39 anos de vida, me tornei cético demais para achar que dessa vez tudo vai dar certo.

Infelizmente não sou rico e não posso me juntar ao movimento migratório de coxinhas fugindo pra Miami, mas a verdade é que desisti de acreditar no Brasil. Agora só me resta torcer para que ele me surpreenda.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Eduardo Sales Filho’s story.