Quando uma menina de 12 anos no MasterChef Jr desperta o desejo de homens adultos precisamos falar…
Carol Patrocinio
1.3K150

Ótimo texto, mas uma pena que ele teve que ser escrito.

Eu não estava sabendo desse absurdo envolvendo a Valentina (eu nem assisto a MasterChef), e é óbvio que existe gente doente e gente ruim mesmo, mas parece que – sem querer justificar essas atitudes em relação a uma menina, porque são injustificáveis – nossa sociedade está regredindo, graças em parte a um falso moralismo que prega uma pseudoigualdade entre os gêneros e um repúdio a qualquer coisa diferente do padrão estabelecido pelos “cabeças de chave”.

Qualquer filosofia de cunho religioso, independente do credo, vai colocar o homem acima da mulher, o que obviamente leva à submissão e à objetificação da população feminina de qualquer idade. O resultado? Achar que a mulher é posse do homem e que ela tem que viver por ele e para ele.

Acabar psicologicamente com a infância de uma menina é lhe roubar anos formativos essenciais para sua personalidade e suas opiniões se desenvolverem. Isso perpetua a ideia da mulher-objeto e do homem-dono.