METAL GEAR SOLID V: THE PHANTOM PAIN
NOT_VIDEO
101

Achei a análise muito boa, mas acho que faltou um detalhe essencial: a história. Como, em teoria, é o último Metal Gear e deveria fechar a história inteira, a expectativa em cima de “The Phantom Pain” era muito grande.

Eu fiquei extremamente decepcionado. Para evitar spoilers, achei a revelação da fita “From the Man Who Sold the World” horrível. Entendo o metacomentário, mas isso não compensa nem explica. O Kojima disse que veríamos o Big Boss se tornar o vilão que ele é em MG1/MG2, mas o que eu vi foi um retcon gigantesco e desnecessário.

MGS3 foi um avanço gigantesco em termos de trama e jogabilidade, mas nenhuma sequência conseguiu mesclar a sensibilidade e insanidade desse jogo com sucesso. A cena do túnel de micro-ondas e a batalha final são incríveis, por exemplo, mas o Ato 3 é insuportável, o 4 é pura nostalgia e o 5 nem merece muitos comentários.

Claro que o bafafá interno na Konami atrapalhou muita coisa, como o fim que foi planejado mas não totalmente concluído. Não sei como seria o jogo que o Kojima faria se não fosse pela empresa. Poderia ser mais completo, mas não teria sido muito diferente. Talvez. Não sei.

Eu esperava mais. Muito mais.