#Coimbra170 Dia 110 (Lisboa)

Sexta, 30/12/16

Acabei decidindo ir pra Lisboa hoje, não aguentava mais ficar aqui em Coimbra e o João disse que podia me receber lá porque não ia trabalhar.

Fiz a mala, a mala mais rápida da história. Com mais má vontade da história, também.

Almocei e fui pra rodoviária.

Rodoviária cheia, cheia que só. Parece que as almas que restaram na cidade estavam todas em peregrinação.

Logo cheguei ao destino, peguei o metrô e fui lá pra casa do João.

Basicamente larguei a mala lá e fomos tomar um café no Chiado. Ele tava com fogo no rabo pra ver os saldos. Depois o brasileiro consumista sou eu.

Tomamos o café, em seguida, meu programa preferido, tomei uma cerveja no Cais do Sodré.

Do cais fomos pra Zara, Pull&Bear, Springfield. Eu, ileso, carteira blindada.

Até que fomos na H&M. Bem, saldo é assim, ou tem tamanho XS,S ou L,XL,XXL. Quase sempre só tem XXL.

O fato é que encontrei uma camisa por 5 euros. De 18 por 5 euros. Fui pro provador e já tava decidido a comprar, até que vi um lenço, cachecol, sei lá o nome, de 10 por um euro, sim 1 euro. Comprei. Farra do boi low cost.

Passamos no mercado, já compramos o vinho pra virada do ano e pra jantar em casa.

Dormir no sofá não é bom.

Pior que dormir no sofá, só pagar diária.