A evolução da Oncologia no Brasil.

Imagine, ou como é o caso de muitos, nem precisam imaginar pois vivem na suas vidas o que será retratado. Você! Sim, você mesmo! Acaba de receber a notícia que um ente querido está com um câncer em estado avançado. Sabemos que esse tipo de doença é muito grave e o tratamento, além de ser demorado, é devastador. O câncer é uma doença que deixa exposto o que se está passando. Mas mesmo com tanta dificuldade, há tratamento e que estão cada vez mais eficazes, graças aos nossos médicos. Sabendo da possibilidade de vencer, nos apegamos a ela e é possível ver uma saída para esse mal.

Agora vamos mudar o cenário. Imagine que seu ente querido é o Brasil. Sim, o país onde você nasceu. Se permita a imaginar que agora o câncer são todos aqueles que desviaram e ainda desviam centavos, centenas, milhares …. BILHÕES de reais da nossa nação. Quem seria o responsável por tratar esse tumor maligno? Quem seriam nossos médicos? Eu aponto, sem nenhuma dúvida, a Polícia Federal e o Ministério Público. Como um especialista na oncologia faria, eles examinaram, fizeram comprovações e avançam, cada vez mais, em direção a exterminar esse mal que assola o Brasil. Mas sabemos que o câncer luta, ele não quer sair… A resistência pode ser representada por aqueles que tentam parar as investigações da Lava-Jato.

Temos uma democracia muito jovem e ver que conseguimos criar, em meio a tanta turbulência, órgãos autônomos — como se deve ser — traz um pingo de esperança. De fato estamos só começando a revirar e a diagnosticar a realidade do que acontece nesse país, anos de bombas ainda irão vir e as coisas vão piorar. Mas sabemos que no final é tudo para que possamos ter um futuro melhor. Por mais que fique exposto a todos o mal que estamos vivendo, sabemos que tempos melhores poderão vir a acontecer.

Acredito fielmente que tem cura, o nosso país se abala, mas não deve cair por tumores. A sua posição política deve ser respeitada, é um direito de cada um de nós. Mas nós, como cidadãos, temos direitos e deveres e isso incluí apoiar os órgãos que são capazes de tratar e curar esse mal que tenta levar nosso Brasil a óbito.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.