Como foi meu fim-de-semana, de verdade…

Amanhã despertarei às 8.
- er… putz!
Não precisamente, embora goste de salvar a informação da hora exata em algum momento da memória. 
- …pois é… esqueci…
Rolarei em minha cama para a direita, por cima do Wilson, e abrirei a janela com o pé. Muitas nuvens tentarão esconder o sol, mas ainda será cedo e ele, pela manhã, vingará. 
(Me adianto.)
- … abri com a mão… completamente sem sol…
Abrirei a janela com o pé e recolherei o aparelho celular do chão, onde se carrega ao lado do aquecedor (que há anos dorme) e, ainda ramelento e desfocado, buscarei notícias, notificações, novidades, mensagens, fotos… e a hora exata.
- … que fixação pela hora…
Outra vez rolarei por sobre a cama, agora à esquerda, porque a bexiga aperta e a barriga ronca.
Nu?
Camiseta, apenas.
Número um… lavarei o rosto… escovarei os dentes… voltarei… 
ESPERA! 
Antes de voltar pelos óculos e mesmo antes (e depois) dos dentes, precisarei secar o rosto. É algo de que sempre me esqueço e aí fica o pinga-pinga da barba e o embaçamento dos, agora sim, óculos.
Por conta das sombrancelhas úmidas.
- … tudo errado!… primeiro a pizza… depois o xixi… não me esqueci de secar o rosto… nem me esqueci dos óculos…
Vestirei as minhas calças. Calçarei minhas sandálias. Abrirei a janela da sala, mas não as cortinas da varanda. 
Perguntarei mentalmente a mim mesmo: varandas? Ou sacadas?
- … ainda estou em dúvida…
Perguntarei à assistente:

- E aí, Siri! Qual a diferença entre sacadas e varandas?
- Aqui estão os resultados que encontrei para qual a diferença entre sacadas e varandas:

- … ainda prefiro o google… digitando…
Guardarei a informação em algum momento da memória, me lembrando mais de que já fiz a pesquisa antes do que da explicação em si — não havia se mostrado algo tão relevante… 
Acionarei o interruptor que dá força à máquina de café e abrirei a caixa que repousará sobre o fogão com aquele último pedaço de pizza da noite anterior. 
Fria. Com café. Sem açúcar.
- … foi assim, mas láááá em cima, no tempo…
Então irei a Santos… Ou Santos até mim? 
- … até mim.
Ou então ao restaurante… Mais alguém?
- … fui no domingo…
Posso ir até um amigo, presentar-lhe com um livro… Dois amigos, dois livros! Haverá tempo?
- … sem presenteados…
Outro café?
- … quentão (sem álcool)!…
Maratona de tv, de livros, de sonecas…?
- … 1 ou 2 de tv, algumas páginas do mesmo livro, alguns minutos de soneca…
O que terei para o jantar?
- … nem jantei…
Adam Evald tocará bem perto de onde moro… 15 dinheiros… Vou?

Não.
- Não.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.