Toxicidade X Negatividade

Com tantos artigos e livros e vídeos, enfim, uma finidade midiática focada em good vibes, em espalhar mensagens positivas sobre amor e felicidade, eu preciso dizer que me sinto simplesmente sufocada. A vontade que dá é de gritar, porque parece que tudo isso é uma acusação pessoal, apesar dos autores nem saberem que eu existo. Mas amigos e familiares sabem, e eles compartilham esse vídeo com a pessoa negativa, acredite mais em si mesma e vai ficar tudo bem. Só que já aconteceu tanta coisa que nada está bem já faz muito tempo, e também não vai ficar. Sei existem outros que se sentem assim também.

Pouco tempo depois disso começaram a surgir os milhares e milhares de posts e mensagens positivas encorajando umas as outras a se afastarem de pessoas tóxicas. Concordo cem por cento com essa mensagem, porque tenho uma imagem na minha cabeça do que é uma pessoa tóxica e quero mesmo mantê-las o mais longe possível. É uma pena que parece que para algumas pessoas, uma pessoa tóxica é uma pessoa negativa, que essas duas dão na mesma. Não são.

A distinção na minha cabeça é a seguinte: a pessoa negativa é negativa sobre ela mesma. A pessoa tóxica é negativa sobre você.

Na minha experiência, pessoas negativas tem algum tipo de transtorno mental, seja depressão, ansiedade, bipolaridade, etc. Traumas também entram nessa categoria. O que isso quer dizer é que é quase impossível para essa pessoa imaginar um cenário onde as coisas realmente dão certo, e por mais que essa pessoa consiga conquistar ou criar coisas incríveis ela nunca enxerga o próprio valor. Constantemente essa pessoa passa por crises que podem durar semanas ou meses e nada parece valer a pena. Só que para quem olha de fora, essa pessoa simplesmente reclama demais, não quer tentar, gosta de ser triste, só quer chamar a atenção. Aí chega uma hora que seja lá quem for não aguenta mais essa negatividade, que já que nada ajuda, melhor deixar pra lá. Não entendo essa ideia que gostar de alguém só é válido se a pessoa está bem e sã. Claro que queremos ver nosso amigo, parente ou amante bem e reconhecendo o próprio valor, mas toda vez que você se afasta de uma pessoa porque "é muita negatividade" você só está reforçando a narrativa de que as coisas nunca vão ficar bem.

Pessoas tóxicas. Sabe, pessoas tóxicas são um pouco difícil de identificar, ainda mais na noção furada de amizade e companheirismo que desenvolvemos (ou será que sempre foi assim?). Amigo que é amigo se sente confortável perto da gente, né? Ele vai rir da sua cara, brincar com as suas inseguranças, mas tudo bem, porque vocês são amigos e essa pessoa aí está do seu lado para o que der e vier, não é? Não, não é. Aquele amigo que faz você se sentir mal porque não fez aquele favor, ou que joga na sua cara todas as coisas que você poderia (e devia!) fazer por ele e não fez, aquele amigo que você diz que está passando mal e não quer sair e ele insiste, de novo e de novo, até você ir, e se não for pode deixar que as próximas mensagens esse amigo nem vai se dar ao trabalho de responder. Sei que alguém aparece em mente no meio dessa descrição. Aquele amigo que dá algumas pontadas "de brincadeira" na sua auto estima, que ri do seu gosto musical e que debocha abertamente das suas crenças.

Eu sei que é difícil lidar com gente que reclama demais, gente que toda vez que você pergunta "tudo bem?" responde com reticências ou uma carinha triste. E não, ninguém é obrigado a lidar com nada. Só veja bem quem na sua vida realmente está drenando suas energias e te colocando pra baixo, e entenda que nem todo mundo pode ser feliz. Algumas pessoas só querem um pouco de companhia. Eu só queria um pouco de estabilidade.