Coloridos, tão bonitinhos. Nem parece que pensam

Sociedade doente sobrevive de comprimidos

Nós tomamos comprimidos

Conhecemos um pouco de política

Lutamos e somos incompreendidos pela política

Gritamos pelo que já é nosso por direito e somos enfrentados pela polícia

Comprimidos

Somos tachados burros

Os que querem entender os problemas da sociedade: burros

Os que não querem uma política suja e golpista e sim uma política que olhe pelo bem comum: burros

Somos burros quando ocupamos nossas escolas por não (ter nem o direito de) apoiar reduções na educação

Somos burros por lutar contra os preconceitos de cor de pele, de sexualidade, de gênero

Somos burros por defender os direitos humanos

Comprimidos

Os brancos nos chamam de sujos

Os limpos nos chamam de porcos

Os porcos nos chamam de meliantes, baderneiros, rebeldes

Os ricos nos chamam de pobres. É óbvio

Argumento de “classe” é chamar de pobre e vadio

Ali nas manifestações de rua, lá de cima de suas sacadas, eles nos mandam trabalhar pesado para conseguir as coisas, quando trabalhar pesado pra eles é nos mandar trabalhar pesado.

Comprimidos, sim

Voz comprimida

Verdade comprimida

Comprimidos por pensar

Comprimidos por querer o certo

Comprimidos pra dor de cabeça

Comprimidas por não ter direitos

Comprimidas por ser culpada e nunca vítima

Comprimidas por nascerem comprimidas

A grande depressão gera comprimidos

Comprimidos que ainda têm muito pra funcionar

Descumprir para cumprir

Diferente de comprimidos que relaxam com uma taça de champanhe