Image for post
Image for post

Abraçar a complexidade da identidade amazônica, deixando de lado estereótipos e chavões, será fundamental para expor os danos causados por uma agenda que ameaça a floresta

O momento político atual projeta um desafio sem precedentes na cobertura jornalística do país a partir de 2019. Testemunhamos e vivenciamos em 2018 um processo eleitoral em que jornalistas foram insultados e hostilizados por eleitores e candidatos, e o horizonte próximo não é dos mais amenos.

Algo similar pode acontecer na Amazônia, uma região onde a imprensa livre e crítica ainda sofre forte pressão das oligarquias políticas e é intimidada por interesses do poder econômico e seus apoiadores.

A partir do próximo ano, a liberdade de expressão, sem amarras e sem restrições, mais do que nunca estará nas mãos do jornalismo independente. Mas infelizmente são poucas as iniciativas dessa natureza na Amazônia, e as que estão em atuação sofrem com uma estrutura pequena para uma região que exige custos administrativos e de logística altíssimos para viabilizar reportagens. …

Jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). É cofundadora da Agência de Jornalismo Independente e Investigativo Amazônia Real.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store