Um dia eu não vou mais estar aqui,

então quero que você saiba de algumas coisas, lembre de outras e, se conseguir, ache algum conselho aí no meio.

A primeira é que tô aqui se precisar, seja qual for o motivo. Nossas vidas seguem vários caminhos em ritmos diferentes e quando a gente tropeça, é bom ter uma mãozinha que ajude a levantar.

É tanta coisa acontecendo, tanta escolha a ser feita… fica confuso, eu sei. Mas ouve teu coração e fica firme, quando deixei de fazer isso me arrependi.

Tiveram vezes que eu caí, outras que caíram os dois e mesmo assim continuamos aqui de pé e com o coração batendo forte.

Lembra que a gente sempre buscava problema e o culpado? Era quase que natural. Bom… Muitas vezes não dá pra achar nenhum dos dois, simplesmente porque não existem, anota isso.

As gargalhadas e sorrisos que compartilhei contigo tão guardadas aqui no peito, num lugar especial. Quando te fazia rir até nas horas mais difíceis, era como ser teu herói, mas um herói que de vez em quando precisava ser salvo.

Fiz o melhor que pude por nós e por tudo que a gente viveu junto, dia após dia. E quando te machuquei com palavras ou atitudes, devia ter olhado nos teus olhos e pedido desculpas, sem enrolação.

Cada te amo foi único, todos os abraços, até os mais frouxos, foram com carinho. E cada segundo que dividimos, valeu a pena.

Sei que não fui o melhor conselheiro, o amigo mais perfeito e talvez nem a melhor companhia em algumas horas. Mas tentei e continuo tentando, viu?

Ah, e não se preocupa, se fui embora foi porque alguém queria que eu encontrasse paz.

Quem sabe era eu mesmo.


Um texto atemporal com amor e carinho pra ninguém e pra todo mundo ao mesmo tempo.


Se gostou, muito obrigado! Sinta-se livre pra compartilhar, comentar e também criticar. :)