Sobre ser para-raios de loucos.

Sobre o lixo do Ricardo eu não vou nem contar, porque essa história já deu.

Vamos falar de outras pessoas XIS que aparecem por aqui…

Outro dia, tava aqui MAL, realmente triste por um serumaninho incrível que conheci. Fiquei triste porque ele se afastou, se afastou sem dar nenhuma satisfação. Mas nem amigos podemos ser. E eu nem sei o que houve… Se falei alguma coisa, se ele encontrou a mina da vida dele…. SEI LÁ QUE PORRA QUE ESSE SER ESTÁ PENSANDO…

PARA TUDO! porra! menino doido!!! e tinha que cair bem nesse para-raios aqui?

Existe outro serumaninho, que temos algo bem mal resolvido. Ele foi embora do país. Quando falamos, é sempre uma delícia, uma graça e nos divertimos. Trocamos carinhos. Ele tem uma “namorada” na gringa… Um relacionamento BIZARRO! É totalmente nítido que aquilo é um erro… Mas ok, não é problema meu. Afinal, estamos a 7.949 km de distância. O PROBLEMA É: como que em menos de 24h a pessoa muda, e inclusive te BLOQUEIA nas redes sociais.

ISSO MESMO — um dia fala que não vê o dia de chegar e me ver, e no dia seguinte, estou BLO-QUE-A-DA!

Querido, tá me bloqueando por conta da pastela que se diz sua namorada? Lindo… Menos… bem menos, sabe porque? porque se eu quiser, eu acabo com a sua raça. Eu mando os prints de você concordando com as ofensas a essa marmota!

ENTÃO, NÃO ME ENCHE O SACO! E TENTA SER MENOS LOUCO!

Like what you read? Give Eleonora Castello Branco a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.