e essa inconstante insistência

em, com mágoas, enfeitar a mesa

calcular, de emoções:

sentenças

não sabe o que se sente

ou sequer se pensa

o que se tornou

meu abstrato retrato?

desenha, nas velhas paredes,

rachaduras

doloroso ato de descobrir que existem tantas amarguras

e que tudo isso

é só o começo.

se o teu carinho me esfola

não me importa.

e se teu beijo corta,

me beije n’aorta

pois já me acostumei

com sorrir no sofrer

não é vazio viver

dor ou morrer?

prefiro te ver

doa

a mim

doer.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.