E então, do nada, chega uma pessoa em sua vida, que te vira do avesso
E é sem querer
Quando a gente se da conta já aconteceu
E, como diz Jorge e Mateus: “Ai já era”
Não tem mais pra onde voltar, na verdade, até tem, mas você não consegue mais se ver sem essa pessoa, não consegue mais se imaginar indo dormir sem receber um “Boa noite” dessa pessoa.
E então você muda
Muda de hábitos
Muda seu jeito
Não porque a pessoa te pediu
Nem porque isso é necessário para que ela goste de você, porque não é.
Você muda porque quer ser o melhor possível para aquela pessoa especial.
Você muda porque se adapta à pessoa
Porque quando se gosta de alguém, você quer agradar
Eh algo q acontece de forma quase imperceptível, e um belo dia você para e pensa: “poxa, eu gosto muito dele”
E essa descoberta pode ser uma das melhores sensações que alguém pode sentir se for um sentimento recíproco.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.