Renda fixa não é garantia de ganhar sempre?

As pessoas possuem a ideia fixa de que renda fixa é fixa e que quando investem em renda fixa terá retorno fixo.

Na prática a coisa não acontece de maneira simples como o nome Renda Fixa aparentemente se apresenta.

Quem já venceu a barreira psicológica de sair da pseudo-segurança do seu banco e da poupança e arriscou seu rico dinheirinho em títulos públicos, já deve ter presenciado a aterrorizante experiência de consultar seus investimentos e ver rentabilidade negativa.

Títulos públicos brasileiros como o Tesouro IPCA ou Tesouro pré-fixado são precificados pelo mercado. Isso é conhecido como marcação a mercado.

Estes tipos de investimentos sofrem forte influência de variáveis macroeconômica e condições políticas. Índice de inflação (IPCA, IGPM…), atividade econômica como o PIB e políticas econômicas impactam diretamente nos juros futuros que é um dos principais componentes de definição dos juros no presente.

Quando investimos, baseamos nossa decisão em um objetivo pessoal que pode ser parte de numa estratégia ou até mesmo em uma tese econômica. Se estivermos certos na estratégia, é muito importante ter paciência para aguardar a maturação do investimento.

Os ciclos econômicos podem durar anos e saber aguardar o momento certo de sair ou trocar de investimento é essencial para evitar perdas e otimizar os ganhos.

Olhar os investimentos e acompanhar de perto é recomendável para aprender a cuidar bem do seu dinheiro e o mais importante ainda é entender o funcionamento da dinâmica do mercado, algo que vai vir com seu estudo e sua experiência. Mas olhar a rentabilidade toda semana e sentir aquele frio na barriga e achar que tudo está acabado não faz o menor sentido, pois você estará olhando para uma fração de um ciclo que pode durar 2 anos ou mais.

O movimento de alta ou queda de juros, que impacta no preço de um título indexado ou pré, nunca ocorrerá de forma linear e está sujeito ao humor do mercado e é muito difícil acertar o ponto de entrada e você pode dar o azar de ter que ver rentabilidade negativa logo no dia seguinte ao seu investimento.

Portanto para você pessoa física, que investe em Tesouro direto, não cometa o erro de sair vendendo seu título toda vez que o mercado entrar em pânico. A única pessoa que não pode perder o controle é você, pois a cada vez que você vender seus títulos em um cenário ruim, você estará realizando as perdas de rentabilidade e ainda vai perder no Imposto de Renda que é regressivo e você paga muito mais se vender o título ainda nos primeiros meses.

Mesmo depois de conhecer as regras do jogo você ainda não sentir confortável em investir em indexados ou pré, ainda sim existe títulos para seu perfil que são os pós-fixados como Tesouro Selic e outros privados como CDB, LCI e LCA entre tantos outros produtos de investimentos. O que não vale é ficar parado na poupança perdendo dinheiro.

Artigo originalmente publicado em http://inteligenciafinanceira.net/renda-fixa-nao-e-garantia-de-ganhar-sempre/