metrópole

Há uma cidade dentro de mim
Cheia de cidadãos 
Que não se conhecem entre si
Cruzam nas avenidas do ser 
Se perdem nas esquinas
Entram na porta da boca
Roubam me o dia
oferecem me a noite
Todos eles lutando para sobreviver

O amanhã é uma viagem muito longa
O passado é um quadro pintado nos sonhos
O presente está acelerando de faróis apagados pelas vias da vida

E.R.O.S

Like what you read? Give E.R.O.S a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.