Meus Discos Favoritos de 2015

Publicando (na verdade “me livrando”) a minha lista de 30 discos favoritos de 2015, pra votação do grupo da Sinewave no Facebook. Junto vai uma playlist com uma faixa de cada disco, via Soundsgood. Ouçam alto.

https://soundsgood.co/playlist/best-of-2015-final-top-30-list

30. DEATH GRIPS — Jenny Death/The Powers That B

Noise hip-hop. Pedrada.


29. STEVE VON TILL — A Life Unto Itself

Doom folk. Neurosis encontra Neil Young.


28. SHORES — Precedents

Slowcore em quase perfeição.


27. TORCHE — Restarter

Maiores riffs.


26. CORRECTIONS HOUSE — Know How To Carry A Whip

Supergrupo de industrial destruindo de novo.


25. C H R I S T — T O W E R

Etéreo, quase um Sigur Rós instrumental.


24. JAIR NAVES — Trovões A Me Atingir

Intenso até nas baladas.


23. BEMÔNIO — Desgosto

O título faz jus — e isso é um elogio.


22. THIS LONELY CROWD — Meraki

Agressão e lirismo, muitas vezes na mesma música.


21. ENABLERS — The Rightful Pivot

Bukowski bebendo com o Slint.


20. ALGIERS — Algiers

Soul, gospel, post-punk e no wave. Brilhante.


19. MAIS VALIA — Mais Valia

Stoner instrumental lisérgico e alto. Grande revelação.


18. DOPE BODY — Kunk

Noise-rock vivo e chutando.


17. ZU — Cortar Todo

Porrada torta sempre sabotando o headbanging.


16. BLACKLISTERS — Adult

Em nome de Jesus (Lizard).


15. SPECTRES — Dying

Barulho sempre.


14. KEN MODE — Success

Noise-rock “by the book”.


13. LOW — Ones And Sixes

Slowcore em quase perfeição, parte 2.


12. MOUNT EERIE — Sauna

Indie-fantasmagórico, ou algo próximo.


11. JUÇARA MARÇAL & CADU TENÓRIO — Anganga

MTB entortando a MPB. Destruidor.


10. ELZA SOARES — A Mulher do Fim do Mundo

Veterana rejuvenescida na música torta. Brilhante.


09. BIG|BRAVE — Au De La

Com a bênção de Efrim Menuck (GYBE).


08. [RETREAT] — A Public Witness Program

Drone not drones.


07. OISEAUX-TEMPÊTE — Ütopiya

O post-rock ainda respira.


06. SCHNELLERTOLLERMEIER — X

“Brutal jazz”. Não existe tag melhor.


05. GIRL BAND — Holding Hands With Jamie

Desgraçadamente abrasivo.


04. WREKMEISTER HARMONIES — Night Of Your Ascension

Assustador.


03. GODSPEED YOU! BLACK EMPEROR — Asunder, Sweet And Other Distress

Um disco menor do GYBE. Ficou só em terceiro.


02. SUNN O))) — Kannon

O))))))))))))))))))))))))))))))


01. SUMAC — The Deal

Old Man Gloom fez o melhor disco de metal de 2014 (e talvez da década). Aaron Turner acertou de novo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Elson Barbosa’s story.