DIETA LOW CARB: O QUE É?

Emagrecendo com Dieta
Apr 11 · 4 min read
Como emagrecer rápido: low carb

Será que a dieta low carb funciona mesmo?

Quando a pessoa busca emagrecer e perder peso, existem incontáveis métodos dietéticos para alcançar esse objetivo. Entre eles existe a dieta low carb, comprovado como aquela que resulta em mais perda de gordura do que dietas de baixa gordura.

Como benefícios da dieta, uma melhora na saúde, impacto na produtividade, ganhos em autoestima e consequentemente redução da gordura visceral, o mais perigoso de todos.

Em função disso, a dieta low carb tem se popularizado e é a partir desse post que trarei algumas orientações sobre essa estratégia alimentar.

LOW CARB? O QUE É ISSO, AFINAL?

Dentre todas as dietas existentes, um ponto elas possuem em comum: a redução de carboidratos de forma gradual ou significativa. É sabido que o corpo busca carboidratos como forma de obtenção de energia. Em situações restritivas, o corpo buscaria fontes alternativas como a gordura.

Além disso, em uma dieta low carb, há uma troca de alimentos de qualidade ruim para uma de qualidade melhorada. Por exemplo, doces, pães, processados e embutidos seriam substituídos por manteiga, peixes, ovos, verduras e outras fontes mais naturais..

COMO A LOW CARB CONTRIBUI PARA OS RESULTADOS?

  1. Durante uma dieta low carb, um processo resultante é conhecido como cetose, que é onde o corpo, na falta de carboidratos, começa a queimar gordura para obter energia.
  2. Ao diminuir os carboidratos, perde-se água no processo. Não é a toa que os iniciantes relatam maior perda de peso corporal nas primeiras semanas devido à restrição de carboidrato e líquidos. Embora não tenha chegado na utilização de gordura, é inevitável a eliminação dos citados acima, sob a forma de glicogênios.
  3. Na low carb, o hormônio insulina se torna mais eficiente. Explico: o hormônio insulina é responsável tanto pelo emagrecimento quanto pelo ganho de gordura, a depender do tipo de alimentação. Em uma dieta rica em açúcar, dois processos acontecem: o aumento de insulina no sangue e um aumento na resistência à insulina. Ao melhorar a qualidade do que se come, não só os níveis de insulina são menores, como a resistência à insulina cai na mesma medida.
  4. A dieta low carb, apesar de ser resumida em redução de carboidratos, é também um aumento de proteínas e gorduras. Quando digo proteína, significa peixes, frangos, carnes, ovos e suas fontes vegetais. Além da proteína mantê-lo em estado de saciedade, ela protege ou minimiza as chances de perder massa muscular.

Além disso, as pesquisas descobriram que o hormônio leptina, o regulador da fome, é afetado positivamente pela mudança de estilo de vida. Em uma dieta low carb, seu apetite cai significativamente, resultando em perda de peso, consumindo menos calorias.

LOW CARB É SEGURO?

Quanto mais ligado à hábitos saudáveis a pessoa estiver, mais eficiente a low carb será para o praticante. A depender do histórico familiar, da genética e de outras práticas de alimentação já executadas, a low carb pode não ser o melhor para todos. O indicado seria buscar um estilo de vida natural.

Em alguns casos, ela não é recomendada para quem possui transtorno alimentar (anorexia, bulimia), pessoas estressadas, atletas de alto rendimento. Em contrapartida, ela é indicada para quem busca perder peso, para quem busca combater doenças cardiovasculares, síndrome metabólica, hipertensão arterial, diabetes e hipertrigliceridemia.

Veja qual o seu caso antes de entrar na dieta low carb.

Por fim, a low carb ajuda

Dietas low carb não são modismos, mas estilos de vida que ajudaram milhares de pessoas a reverter quadros drásticos de doenças e busca melhorar quem quer emagrecer saudavelmente. Lembrando que aliado à dieta e treinos intensos, é essencial ajuda profissional e individualizada.

O QUE PODE NA LOW CARB?

Carne: Qualquer tipo serve e desde que caiba no seu bolso.

Peixe e marisco: Todos os tipos e desde que não possua alguma reação alérgica (busque orientação)

Ovos

Gorduras boas: manteiga, azeite, abacate, sementes, nozes e oleaginosas

Vegetais

Produtos lácteos: Selecione sempre opções integrais.

Bebidas

  • Água
  • Café : de preferência pura ou com adoçados de forma natural (mel, açúcar de coco ou stévia)
  • Chá: atenção com aqueles que te deixam desperto (chá verde). Evite tomá-los antes de dormir.

O QUE NÃO PODE?

  • Açúcar :
  • Amido: Pão, pãezinhos, massas e biscoitos. Grãos integrais também (eles são apenas menos ruins). Também batatas (batatas doces também), batatas fritas,etc produtos de milho e milho,
  • Feijões e lentilhas também são relativamente ricos em carboidratos, então modere-os na quantidade e na frequência.

PREPARADO PARA A LOW CARB?

Espero que tenham gostado do artigo. Para mais detalhes, fique acompanhando as próximas publicações.

Obrigado!

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade