Um cigarro e um café

Eu lembro quando na mesa do café éramos nós e nada mais me era tão importante quanto isso.

Só que o tempo foi passando e pra você o eu já se fazia irrelevante.

Você não é a primeira e parece que não será a última a enjoar de mim e sem me perguntar se está tudo bem, me deixar aqui. Sozinho, na mesa do café com um cigarro entre os dedos na incerteza se vai ligar ou não. Se vai chegar ou não. Se vai lembrar ou não, que neste mesmo lugar juramos juntos nunca nos separar.