Tudo o que eu queria dizer;

Queria dizer-te que superei, que para mim passou e que hoje sou outra mulher, muito mais madura e vivida, a verdade é que sou uma criança assustada com medo de tudo inclusive de ser magoada, durante algum tempo venho me cobrindo com a armadura mais falsa que eu poderia ter, a armadura de durona a de “eu não preciso de você” a verdade é que eu não queria precisar… mas eu precisava, queria tua atenção teu carinho sem data de validade para pagamento, meu coração não aguentava mais dívidas e os boletos que já paguei foram os mais caros possíveis, por isso me privei, me privei de dizer-te que te amo e que tu me fez um bem que outro nenhum me fez, me privei de te contar tua importância te privei de te abraçar com o carinho que havia a tempos guardado para ti, te privei de tanta coisa, e acho que te magoei, mas porque será que isso parece doer mais em mim? Guardei tanto amor para quem? Me privei de tudo para que? Meu intuito era não me magoar mas eu estou magoada e nessa missão eu já falhei, não vejo mais sentido em nada do que fiz, horas culpo a mim outras culpo você, eu queria ser amada e talvez eu tenha sido mas são tantos anos de medo que eu não pude enxergar, hoje eu queria voltar, e como diria coldplay “Oh take me back to the start”.

Yang do meu Yin.