Olhar terapêutico para o empreendedorismo

Image for post
Image for post

Estamos em constante desenvolvimento, quer estejamos conscientes disso ou não. Nessa visão de desenvolvimento continuado, tudo vira ambiente de prática. Todas as relações serão nosso templo e todas as pessoas nossos mestres. Vamos nos dando conta de que se fugirmos será mais lento e tortuoso. Se o obstáculo aparecer, melhor enfrentar rápido, doer rápido, entender causas e condições, curar, sarar. E vamos limpando. Somos um faxineiro do ser.

Fugir é assim: “ela/ele me fez mal, estou ferida, não gosto dela/dele” e aquela mágoa nos persegue. Volta mil vezes. É algo que não tivemos habilidade para lidar.

Da minha parte tomei o caminho das empresas como prática. Sempre achei aquilo estranho. Antes eu era funcionária e me sentia invadida, abusada. Resolvi fazer faculdade de administração de empresas e acabei sendo treinada para virar a abusadora.

Há uma normose que já foi diagnosticada e que precisa ser tratada. Precisa de terapia na empresa. Mas não é muito fácil, pois mexe nas bases, no sustento, no dinheiro e na centralização de renda. Mexe no âmago das identidades ilusórias que pairam no vácuo do universo achando que são, e que são tudo, que são mais.

Mexe em tudo aquilo que é lúdico e que parece que “é” de verdade: leis, matemática, nascimento, morte… Só que sempre vai abrir uma fenda no ser, uma rachadura na solidez. Inevitavelmente vai abrir um buraco horroroso no jardim. E a gente vê impérios caindo, ricos e famosos suicidando, famílias ruindo, presidentes sendo presos.

A prática segue nas relações, com um enfoque especial nas empresas. A solução já existe. Nós só precisamos entender, vermos o benefício e estarmos aptos a funcionar de outra maneira. É um processo interno que irá refletir no mundo externo. Quando nos organizamos internamente de outra forma, o mundo ao redor muda também. É um florescer ininterrupto. Mas não se iluda. No final não há caminho. Evoluímos sem sair do lugar e esse é o nosso maior sorriso. O sorriso que sempre esteve presente.

Marjorie Jonsson.

Facilitadora de Estudos sobre Compaixão nas Empresas.
Cantora nas horas vagas.
Administradora — Pucrs

Written by

Gestão Transformadora

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store