Como bem estimula o texto no que diz respeito a críticas construtivas, eu queria deixar a minha…
Victor Cahú
32

Mano! Enfim o comentário que tava faltando.

Concordo em tudo o que falou, Victor. É só comparar por exemplo com o universo do futebol. Quanta gente não joga bem, mas joga só na várzea ou de terça a noite na quadra de grama sintética? Mesma coisa com bandas.

Pra mim, com tanta banda existindo, impossível todas terem muita atenção. Nessa, vejo que ao invés de procurar por fãs que pedem autógrafos, as bandas deviam buscar formas de se rentabilizar (seja através de patrocínios pontuais, ou até mesmo vendendo coisas no show que fujam de simples comodidades como CDs e camisetas para os presentes). Foda-se se não vai ter glamour, mas vai ter mais dinheiro pra manter a banda. Afinal, instrumentos, ensaios e gravações são caríssimas.