Saindo da marginalidade mobile-digital
Thiago Kittler
42

absolutamente feliz de não ser o único cerumano que conheço a temer/repudiar/sentir preguiça da tecnologia mobile.

comprei pra namorada um celular de ~última geração~ e de vez em quando sinto inveja (e também ciúmes) do aparelho. no dela rodam apps que o meu nem sonha em rodar.

mas sinto que muitas vezes a turminha mobile esquece do mundo real e fica de olhos afundados no celular em vez de olhar pro outro lado da mesa e investir numa conversa analógica/offline.

vai ver meu papo que tá pouco interessante.

Like what you read? Give Eraldo Ferreira a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.