Image for post
Image for post

Faz muito tempo que eu não escrevo. De vez em quando essa coisa acontece mesmo, esse calar de letras, que sempre me foi tão farto.

Acontece que eu também estou farta, nem sei por onde começar. Aliás, parei agora pra pensar sobre a palavra fartura, que eu sempre associei a uma boa abundância e percebi que ela é, na verdade, ruim. …


A espera, sem prazo, de quem busca se reencontrar depois de parir

Image for post
Image for post
Lucy Scott — Doodle Diary of a New Mom

Não existe curso, conversa, livro ou pessoa que te prepare para o que você vai viver depois dos 9 meses de gestação. Cada pessoa é única, cada mente é única e, claro, cada reação ao puerpério, única também.

Falam demasiadamente, e com razão, sobre a carga mental e física da nova mãe. As feministas radicais, com as quais eu tanto me deliciei ao longo da vida ouvindo e lendo, sempre levantaram essa bandeira da desigualdade entre os gêneros que é, de fato, muito mais pesada para a mulher que decide, escolhe ou se vê pressionada a ter um filho. Ser mãe é, sem sombra de dúvida, a tarefa mais desigual entre homem e mulher que eu já tive que viver na vida. A tarefa que mais exige altruísmo, esforço e renúncia. E ouso dizer que não há luta, discussão ou teoria capaz de descrevê-la, capaz de definir o que se sente quando se esta lá, quando se decide pular de cabeça nessa piscina. Fico dando voltas e voltas nesse texto para tentar colocar no papel o sentimento e a razão juntos, para que esse não seja um daqueles desabafos deprimentes de uma mulher arrependida da maternidade, porque eu não cheguei até aqui às cegas, desavisada. E não estou nem um pouco arrependida. Eu não cheguei até aqui porque era o curso natural da vida, porque assim me exigiam as pessoas, a sociedade ou o mundo: eu quis estar aqui. E assim como há muita dor envolvida no pós parto (literalmente e subjetivamente) há também muita luz, descoberta e um sentido novo para absolutamente todas as coisas.


por que a maior parte das pessoas que eu amo está dando um tempo no amor?

Image for post
Image for post
https://giphy.com/csak

A vida funciona em ciclos.

About

Ericka Moderno Rocha

Jornalista, blogueira de várzea e designer. Atualmente, redatora publicitária ❤ Fala comigo! erickamr@gmail.com

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store