Migrando do Monolito para o microserviço (parte 1 — o código)
Carlos Augusto Grahl
571

Muito legal o artigo Grahl… assim como você também acredito que a migração pra micro serviços deve vir por necessidade ao invés de apenas seguir a hype.

Concordo que antes de qualquer migração, é preciso organização, padrão e ‘enxugar’ as coisas.

Eu estou pensando em migração de monilito pra micro serviço, mas certamente levará longos anos pra fazer (penso em migrar modulo por modulo).

Não tenho certeza se migração pra monilito realmente aumenta tanto assim a complexidade, uma vez que muito monolito por aí é altamente complexo. Só o fato de termos containers e orquestradores (como o kubernetes) já facilita e muito a manuteção.

Qualquer dia desses eu publico algo em como estamos trabalhando nessa (longa e dolorosa) migração.