tá tudo errado.

tá tudo errado e embora eu faça memes, me maquie e dê risada, eu tou o tempo todo preocupada. preocupada e culpada pq tudo que me acontece hoje é fruto de escolhas que fiz. escolhas que fiz baseadas na minha história de vida. Eu tenho uma história difícil, todo mundo tem uma história difícil e tem gente com histórias muito piores que a minha. Mas eu não tenho força física, não tenho força emocional, não tenho força nenhuma mais, alguém me roubou, sumiu.

“cadê meu sorriso, onde tá? quem roubou?” O resto vocês já sabem. As pessoas são ruins, mas é duro quando as pessoas ruins estão no seu círculo e a culpa é sua pq você as colocou lá.

E ninguém assume nada e eu não tenho coragem de cobrar. E há quem ache que eu deva me casar de novo! Num primeiro momento eu penso “quem”, num segundo momento eu penso “pra quê?”. Que homem vai querer uma mulher fodida e quebrada de todos os jeitos? Eu ajudei uma pessoa a se reerguer, e quando ela chegou lá em cima, disse que eu não chegava lá pq eu não queria.

Isso é assunto de terapia? Certeza. Mas semana passada eu fui ao otorrino pq meu ouvido não parava de coçar e há meses eu tou tentando marcar ginecologista pq preciso fazer os exames, preciso saber da tireóide e essas coisas todas pq talvez essa tristeza seja falta de algum hormônio. Mas quem faz as coisas direito quanto tá preocupada? Eu tou o tempo todo preocupada e eu não durmo direito há meses pq eu nunca sei o que o dia seguinte me reserva.

Ninguém faz nada direito quando tá preocupado. Eu não faço nada direito há anos pq eu tou sempre preocupada mas o que vale mais é minha selfie feliz no facebook “como uma pessoa triste sorri desse jeito” eles dizem. Pois é, como é?

tem momentos bons, eu agradeço e fico feliz nesses momentos. Mas dali a poucas horas tem preocupação de novo. “Você precisa de um advogado” eu já tenho é ela é ótima, disse que vai me ajudar e já me orientou, mas quem disse que eu consegui juntar os documentos?

Tem muita gente boa por mim e comigo, mas quinta-feira eu preciso me virar de novo pra resolver as coisas. Meu maxilar tá travado, meus dentes estão doendo, eu masco chiclete pra aliviar mas não pode pq a longo prazo piora. E eu não tenho dinheiro pro dentista, o convênio não cobre e eu sigo preocupada.

e no fim, a única coisa que digo: não seja o canalha da vida de alguém.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Débora Oliveira’s story.