Rem Koolhaas

Holanda > Nova York Delirante

“imensa capacidade que o país tem de modificar e produzir um território híbrido, artificial e dinâmico…”

“tradição em contínuas operações urbanas”
.

“Koolhaas não só levantou as questões centrais da arquitetura contemporânea como as desenvolveu na prática.”
.

A cidade contemporânea (GENERIC CITY) não tem história, portanto não há o que preservar nem com o que dialogar!
A BIGNESS não precisa da cidade, ela é a própria cidade!
.

Koolhas não pratica mimese: fazer o edifício parecido com o contexto não é garantia de uma sensibilidade contextual; além disso, em muitas situações, não existe o contexto (cidade genérica).

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.