Em um belo dia de sol, numa rua não tão deserta, tinha um garoto chamado Felipe. Felipe ia todas as tardes para a mesma rua, sempre sentava na mesma calçada com um único objetivo. .. Pedir moedas para ajudar na sua renda.

Nesta mesma tarde de sol, o garoto sentado na calçada como de costume chamou a primeira pessoa que ele viu passar, era um homem alto forte, aparentava ter muito dinheiro pelas roupas que usava.

Felipe se alegrou, gritou dizendo mais ou menos assim: “Ei moço, teria como você dar algumas moedas? “ Ó homem indagado com o pedidodo menino respondeu dizendo que não. Mas o que Felipe não sabia, era que aquele homem não gostava de crianças. Ele puxou i braço do menino com força e bateu nele, sem dizer ao menos o motivo.

Felipe foi vítima de uma violência absurda! Um homem louco sem amor no coração e nenhum respeito pelo próximo. O menino da calçada, como era conhecido, teve machucados pelo corpo, mas também teve em seu coração.

“ Podemos curar os ferimentos do corpo, apagar cicatrizes, mas não podemos curar um coração partido, nem muito menos apagar a dor da alma”.