O alcance ampliado de narrativas visuais: um bate papo com a Mobgraphia.

por Felipe Abreu — Editor da OLD

A Mobgraphia participa ativamente do Valongo com cinco ações inseridas nas Paralelas do festival. O grupo apresenta as exposições Life, do coletivo Everyday Latin America, Aifonepics, de Lucas Lenci, #pelobairrovalongo, do coletivo Tumobgraphia, o workshop Histórias Mobfotográficas, que aborda a construção de narrativas visuais, e apresenta Charlote SP, primeiro longa inteiramente filmado com smartphones, dirigido por Frank Mora.

Acompanhamos a montagem das exposições no Valongo e conversamos com Cadu Lemos, um dos fundadores da Mobgraphia, para saber um pouco mais do que o grupo trouxe para o festival.

Charlote SP, dirigido por Frank Mora

Cadu, quais são as expectativas da Mobgraphia para o Valongo?

Para nós é uma alegria enorme estar aqui, mostrando um trabalho que a gente começou em 2012 e que finalmente tem uma aceitação mais ampla pelo mundo da tradicional fotografia. Isso mostra que o Iatã Cannabrava e a Thamyres Matarozzi enxergaram isso e perceberam que a mobgraphia é uma forma de comunicação fundamental, que as pessoas se relacionam através dos seus smartphones e que ter uma linguagem visual própria é importantíssimo, como vídeo e fotografia. A mobgraphia é essa possibilidade de pode captar, editar e compartilhar em tempo real o que você está criando, a sua arte ou uma história que você quer contar naquele momento.

Imagem da exposição aifonepics, de Lucas Lenci

Como a mobgraphia amplia o alcance dos trabalhos produzidos que usam esta linguagem?

Quando você trabalha unindo a arte que você deseja criar e uma ferramenta tão versátil e poderosa como um smartphone, unido isso às redes sociais você tem uma possibilidade muito maior de alcance. Isso muda a dinâmica de consumo da fotografia, trazendo não só um novo público mas também novas possibilidades comerciais para os fotógrafos inseridos na mobgraphia.

Você pode visitar as exposições da Mobgraphia no Valongo durante todo o festival. Veja a programação completa aqui.