“Tá a fim de quê?”


Já ouvi e fiz essa pergunta inúmeras vezes! Principalmente fiz! Eu acho essencial saber onde vou pisar pra conhecer alguém. “Ah, mas o app não é de pegação?” — acho meio limitado usar app só pra sexo. Uso pra sexo também, óbvio! Quando rola, tô lá! Mas acho que funciona também pra conhecer gente, ver quem está à volta e tal.

Na maioria das vezes fugi à regra de respostas que as pessoas esperam e até surpreendi alguns por perguntar o que parecia óbvio pra todos. E várias vezes a conversa acabou ali. Como em na maioria das vezes em que ‘relacionamento’ acabou sendo o desvio do assunto que faz alguém te procurar num aplicativo.

Mas como disse no início, gosto de saber onde tô indo e deixo minhas intenções claras e espero o mesmo. Quer fuder? Quer passear? Quer uma noite de conchinha? Seja sincero e vamos dançar a música que tocar, não vejo problema nenhum nisso. Um dos ditados mais certos dessa vida é que o combinado não sai caro!

O que eu quero?

Eu quero alguém pra chamar de mozão. Pra brigar por alguma bobagem e não conseguir ficar com raiva ao vê-lo sorrir. Quero dormir junto e pedir pra desgrudar por causa do calor. Ir ao cinema, ou ficar em casa vendo série. Quero rir de piadas idiotas que só nos dois entendemos. Sair por aí de mãos dadas e mostrar pro mundo que eu posso amar e não tem nada de errado nisso. Olhar pra ele ao acordar de manhã com remela e cabelo bagunçado e dizer que ele é o homem mais lindo do mundo. Quero chamar no WhatsApp pra falar coisas bobas do meu dia, mostrar novos artistas e novas músicas, ou as velhas que me fazem pensar nele. Quando eu tiver vontade de chorar e desistir, poder chorar e ele me dar força pra não desistir. Quero ser eu, fazer piada, rir descontrolado fazendo careta e ele não me julgar por isso. Quero poder me sentir amado apesar de tudo que sou. Quero a loucura do nossos corpos entregues e ele apertando minha bunda em lugar público dizendo que não resistiu por que a calça deixa ela linda. Quero interpretação no olhar: pare e pense o quanto você precisa estar conectado com alguém pra saber o que vai ser dito sem ser dito e, às vezes, nem será! Conexão. Paixão. Entrega. Amor. É isso que tô a fim…