Brasil: parece democracia, mas não temos provas

“Queremos um mundo em que o direito prevaleça sobre a força”, esta foi uma das falas de Michel Temer na abertura da 71ª sessão da Assembleia Geral da ONU. É irônico um presidente que propõe políticas que ameaçam direitos sociais caríssimos dizer tal coisa. Ao mesmo tempo, a PM paulistana acaba de ser denunciada na própria ONU por sua conduta violenta em manifestações. O Brasil tem um certo maneirismo de posar oficiosamente para o mundo, somos legais sem sermos legítimos.