A semana em Blumenau

Um resumo de temas importantes para quem não consegue acompanhar os fragmentos do noticiário. Se isso foi útil de alguma forma para você, por favor, deixe um comentário dizendo o porquê.

  1. Sorria, você está sendo multado

O pessoal que detesta a “indústria da multa” ganhou novo motivo para escrever textões no Facebook. Como toda indústria que busca produtividade, a Guarda de Trânsito vai investir em novas tecnologias para fazer mais com menos. No caso, vai usar câmeras de segurança da PM para monitorar o comportamento dos motoristas. Em especial aqueles que fecham os cruzamentos, como destacou o Pancho.

A Márcia Pontes explicou que a medida está de acordo com a lei, e já tem placas avisando o pessoal que a vigilância aumentou. Nem todo tipo de infração entra nessa. Exemplo: não dá para medir a velocidade dos veículos por essas câmeras.

Tem outras regras que precisam ser seguidas, como a necessidade do Guarda presenciar a infração. Ou seja, a Guarda não pode, em tese, usar imagens gravadas do dia anterior para emitir multas. No final do texto a Márcia explica isso e muito mais.

Essa notícia foi, de longe, a de maior repercussão nesta semana. Se você quiser se irritar, entre nos comentários deste post do Santa. Pelas reações do pessoal, parece que sobra matéria-prima para a tal indústria da multa.

2. Que negócio é esse com a coleta de lixo?

O seu, o meu, o nosso lixo de cada dia será recolhido por uma empresa de Barueri (SP) chamada Sanepav a partir de hoje. Quem fazia o serviço era a Blumeterra. Esse é o efeito prático da notícia, mas entender por que vai mudar são outros quinhentos, como bem resumiu o Tonet.

O rolo burocrático é extenso e, de fato, pouco interessante. O contrato com a Blumeterra expirou em maio de 2016. De lá para cá foram feitos dois contratos emergenciais enquanto a prefeitura elaborava nova concorrência. Atenção, que daqui para frente município e Blumeterra têm versões diferentes. 
O Samae, responsável pelo serviço, diz que recebeu da empresa “manifestação expressa de interesse em não prorrogar o contrato, sendo que paralisaria a prestação do serviço ao término do mesmo”. A Blumeterra, por outro lado, diz que apenas exigiu reajuste de preços para estabelecer um terceiro contrato emergencial.

Com isso, todos os caminhões e funcionários envolvidos no serviço serão trocados. A Sanepav terá de contratar 110 pessoas de uma hora para outra e conseguir caminhões, situação que provoca inevitável déjà-vu.

“Me lembrou o confuso começo da operação emergencial da Viação Piracicabana, no final de janeiro de 2016.”
Alexandre Gonçalves, no Informe Blumenau

Se você não se lembra, essas fotos do Coletivo Blumenau ajudam.

O assunto lixo deve seguir rendendo, pelo menos até que o Samae contrate uma empresa de coleta em definitivo. Exemplo: ontem o Clóvis Reis informou que a relação da Sanepav com o governo Napoleão não é exatamente nova. E tem um bocado de gente interessada em discutir emergencialmente os contratos emergenciais, nem que seja só para marcar posição política.

Enquanto isso, fiquemos com essa reflexão do Pancho.

3. O fim de semana

Depois da chuva prevista para sexta, o calor diminui e o tempo deve ficar agradável para curtir ao ar livre.

Hoje começa a Osterfest e Pomerode espera receber 140 mil pessoas até a Páscoa. Casais com crianças, respirem fundo.

Gaspar e Indaial estão de aniversário e prepararam atrações. Para onde o nariz apontar tem festa.

Sexta-feira é Dia de São Patrício num pub qualquer perto de você.