Ordinária

Ao longo do dia

Dignidade

Míngua

No lotação

O contatoCONTRAcorpos

De gêneros abusivamente

ordinariamente

[Inadvertidamente]

reduzidos

A liberdade

Devorada nos olhares

ultrajosos

Os espaços sufocados

Por SUSPIROS

[delírios]

ARBITRÁRIOS

Presunçosos

A [minha] voz esmaece

[cor a cor]

Em agonia

Ante a eternidade das semibreves de exaltações

Vorazes [nauseantes]

Desses baixos profundos

[Barítonos e tenores]

A solidão choca

Diante de tantas identidades

[contudo] desa p r o pri a da s

Logo, quase

Não sobra

Nada.

Sobra uma dor/Sobra uma marca/Sobra a distância/Quase não sobra nada