A loucura que é acreditar numa ideia
Eric Novello
272

Entendo muito bem seus dilemas, querido Eric.

Muitas e muitas vezes perdemos nossa essência em função de outros. Muitas vezes largamos nossas crenças, ou a crença no que fazemos, ou criamos em função de outras coisas. É uma tarefa árdua se manter fiel à loucura. O mundo da ‘normalidade’ é cruel com os artistas, e lógico, com os escritores de fantasia. Especialmente com esses. Mas as coisas não serão sempre assim. Não há bem que sempre dure e mal que não se acabe, não é mesmo? E eu acredito nisso.

Então, continue escrevendo. E nós continuaremos apoiando como podemos. Pensamentos, palavras, ações. Nem sempre podemos, sabe? E nem sempre de forma plena, mas estamos aqui.

Continue criando. Continue escrevendo. Sucesso sempre!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.