A principal lição revelada pelas delações da Odebrecht que pouca gente entendeu
Leandro Ruschel
47633

Pra ficar mais claro a ideia do interlocutor seria necessário definir quem é elite em um país como o Brasil e porque somente os tidos como elite teriam as responsabilidades das inúmeras transformações e em alguns casos mudanças radicais que precisamos?

Me parece fundamental que tenhamos como certo que foram exatamente estas pessoas tidas como elite que segregaram a grande massa formadora da sociedade deste país que tornaram este país naquilo que esta hoje, e visto a segregação profundamente injusta desde a base — que seria a educação mais igualitária e inclusiva para todos sem exceção alguma — trouxeram este país para as condições ideais para os extremos, sejam estes de direita ou de esquerda, a democracia que vivemos desde sempre é uma fraude mundial e sobre tudo é uma grande fraude em países subservientes, caso notório do Brasil e países Latinos.

Entendo que a única chance que o mundo atual tem e em especial países como o Brasil é a inclusão irrestrita pelo mérito e pela singularidade, absolutamente nada se resolverá com paradigmas dogmatizados desde séculos, na realidade atual tal intento é inexeqüível pela própria natureza humana que cada vez mais clama por respeito, liberdade e igualdade.

Os próprios modelos empresariais e políticos que se confundem propositalmente pelos princípios completamente anacrônicos impostos pela Governança Global ou Corporocracia.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Evándro D. Sàmtos’s story.