A simplicidade preenche muito mais

Sobre todas as coisas que não tem preço

Ja se sentiu extremamente feliz em reencontrar alguém? Algo ja te causou mais frio na barriga do que aquela mensagem inesperada de quem tu gosta? Nenhuma dessas coisas tem valor em reais, mas elas tem tanto valor pro nosso interior. A vida pode ser muito com pouco. Um pôr do sol, uma música favorita tocada alto, um beijo apaixonado, dormir até descansar, cheirinho de café, barulho da chuva… Isso que ocupa todo vazio que nos cerca, isso que faz a gente parar um pouco num dia tão corrido e as vezes é a única coisa que realmente faz um dia valer a pena. Ter consciência disso é muito importante, criar sensibilidade pelo simples, dar importância necessária pra coisas que antes poderiam ser pequenas e notar que elas são prazeres. E o que é a vida se não pequenos prazeres? Pequenos momentos de extrema e pura felicidade. Aquele chocolate no meio da tpm, aquela série numa sexta de noite, comer quando se está com muita fome, cheirinho de terra molhada, nada se compara a essas pequenas sensações. A gente ta acostumado a fazer tudo tão na rotina, como robôs no automático, que esquece de olhar pro céu quando acorda, de olhar pras paisagens, de olhar pras pessoas, de esboçar um sorriso, nós podemos ser tão mais receptivos aos outros e a nós mesmos. Quem não gosta de desabafar algo e ser ouvido e as vezes compreendido? Sei que tem muitos que não gostam de ouvir nem compreender. Se a gente ao menos olhasse para o lado com compaixão, mas como podemos, se não enxergamos nem nossos próprios momento de felicidade e não estamos totalmente aptos a aproveita-los? Como iremos amar uns aos outros, apoiar, ajudar, entender, estender a mão, se não cuidamos nem de nós mesmos? O mundo precisa que sejamos humanos e para sermos humanos temos que achar nossa sensibilidade de novo e ela se encontra bem na nossa frente, “nas coisas mais simples da terra”, já diria Armandinho e eu repito. O simples é muito mais importante. Dê valor a isso e quem sabe você e muitas pessoas por aí voltem a se sentir inteiros novamente.