Crise de ansiedade

As vezes eu não consigo respirar e minhas mãos suam. Eu me questiono: “porque eu tô me sentindo tão mal? Tô​ me sentindo enjoada, acho que vou vomitar. Foi algo que eu comi? Foi o ônibus? O que eu fiz de errado dessa vez? Eu acho que vou desmaiar. Eu comi direito hoje, porque eu tô assim? Talvez seja pressão. Com certeza é pressão. Tá tudo bem, eu chego em casa, como, vai passar. Porque eu tô me sentindo sempre tão mal? Eu com certeza vou vomitar ou desmaiar a qualquer momento. Porque ninguém tá prestando atenção enquanto eu to aqui dizendo que tô me sentindo mal? Isso é horrível, mas calma. Calma. Calma”. Meus batimentos aceleram e eu respiro fundo, mas não existe ar que consiga preencher meus pulmões. Eu preciso manter a calma. Eu preciso manter a calma e controlar minha respiração. Eu preciso manter a calma e não surtar. Eu preciso parecer normal. Eu falo com as pessoas e elas não me escutam, acho que elas nem me vêem direito. Porque eu falo com elas? Ninguém está interessado em falar sobre crises de ansiedade, ou de pânico ou de qualquer coisa relacionada com doenças mentais. Porque eu tenho tudo, é o que eles dizem. E eu me calo por medo de ser julgada e engulo o choro porque se não ninguém vai querer ficar por perto e mesmo engolindo o choro ainda choro demais. E eu tento parecer apenas normal. Porque quando pensam em doença mental visualizam alguém desleixado, louco, estranho. Eu escolho as melhores roupas, aprendo as melhores maquiagens, hidrato o cabelo e pinto as unhas, eu tô bem. Eu tô bem? Não. A pior das dores é aquela que vocês não conseguem ver. As vezes nem eu consigo. Eu tenho que parar de ser tão sensível. Eu tenho que parar de ser tão sensível e chorar por nada. Eu tenho que parar de ser tão sensível e me atacar dos nervos. Eu tenho que parar de ser tão sensível e ansiosa. Eu tenho que parar de me sentir mal e descer do ônibus por achar que vou vomitar. E parar de dizer que meu coração parece que vai saltar da boca. E parar de encher os olhos de água. E minhas mãos tem que parar de suar e tremer. Eu tenho que parar de balançar as pernas. Eu tenho que parar de chorar muito por coisas que eles consideram besteira. E parar de acordar durante a noite ou demorar muito pra dormir. Eu tenho que parar de ter sono leve porque minha mente não se desliga. É minha culpa, eles dizem que a decisão é minha. Eles dizem que eu que tenho que controlar. Se parece fácil porque eu não consigo? O que eu tô fazendo de errado? Eu tenho que respirar fundo, mesmo quando eu já perdi todo o ar. Eu tenho que tentar, mas tentar pra quem? Vocês querem uma melhora pra mim ou uma incomodação a menos pra vocês?