Crônicas de Uma Mente Holística |Segundo — 2|

Parte II


Parte 01 (click sobre o link para acessar)


E lá estava ele: sozinho novamente.

Independente de quantas pessoas conhecesse, das inúmeras que gostasse e das outras infinitas que deixara passar…sempre terminava como começou. Sozinho, com a música nos ouvidos, sua caneca vazia e sua mente cheia de pensamentos.

Seus olhos, cheios de lágrimas, tentavam readquirir o brilho de outrora. Brilho esse que chegava a se dissipar pelo ar e fazia com que tudo parecesse conectado. Mas do que adiantava aquilo tudo se todos permaneciam a roubar tal brilho e o deixar seco…apenas com lembranças e memórias inalteráveis?

Foram 13 dias. Que divididos pelos números de sua mente podiam ser 13 horas. 13 minutos ou 13 segundos. Mesmo jovem, sabia que pouco tempo não significava pouca história, pouco sentimento, pouca intensidade. Assim como a divisão, a multiplicação de fatores o levava à diferentes conclusões.

Como pudera? Se apaixonar por um olhar, se perder em um beijo, reviver em um momento e se reencontrar em uma pessoa?

Segundo ele, tudo aquilo foi planejado. Por alguém…pelo tempo ou pelo espaço. Não importava. Ele nunca acreditou em acaso e nessa certeza do destino se via perdido mais uma vez em perguntas sem respostas e na ilusão que o passado poderia ser alterado.

Desacreditado na sua mente e na sua capacidade de voltar ao caminho certo, respirou fundo. Uma, duas, três vezes. Sua memória, voltando à realidade, o fez lembrar de algumas palavras. Foi a primeira vez, depois de tudo, que conseguiu encontrar a serenidade que tanto desejava. Uma vez com as palavras encravadas no seu consciente e presas na ponta da língua, fez questão de proferi-las… Em alto e bom som. Sonhando para que o vento as carregasse e sua dor passasse.

“Não apegue, desapegue.
Jogue fora, descarregue,
Dobre as pernas
Espere,
Respire,
Repele…
Qualquer mal que tua alma carregue.
Se liberte.”

Continua…


|Autor | Fábio Mesquita Pinho

| Serie | Crônicas de Uma Mente Holística

| História | “ Segundo — 2”

| Parte: 2|


Parte III ( clique sobre o link para acessar)

Acesse o perfil do Excelsior no Facebook e veja mais histórias como esta!