Boletim da Livraria e Editora Expressão Popular — Lançamento: A economia da sociedade capitalista e suas crises recorrentes (Guillermo Foladori, Gustavo Melazzi e Renato Kilpp)

Lançamento do nosso Selo Outras Expressões: A economia da sociedade capitalista e suas crises recorrentes (Guillermo Foladori, Gustavo Melazzi e Renato Kilpp). R$20

O livro, fruto de décadas de docência, apresenta e desenvolve as principais categorias marxistas que explicam as contradições e a dinâmica do sistema capitalista. Assim, recorre ao conceito de trabalho e suas formas, ao valor, à mais-valia, às formas de lucro, à acumulação de capital, às crises e ao papel do Estado. Trata-se de um texto de leitura ágil, dirigido a militantes de organizações sociais e sindicais, estudantes universitários e todos aqueles que buscam ferramentas teóricas para explicar muitos dos problemas que o sistema capitalista reproduz e das novas manifestações que gera. Esta edição brasileira — lançada agora pelo Selo Outras Expressões da Editora Expressão Popular — vem após oito edições em espanhol, todas esgotadas, e inclui um capítulo sobre a crise contemporânea.

Reimpressão: Que fazer? Problemas candentes do nosso movimento (Lenin). R$25

Versão na íntegra do texto escrito por Lenin entre 1901 e 1902 e publicado em março de 1902, em Stuttgart. O caráter prático-político, traço do pensamento lenineano, tem nessa obra sua melhor expressão e uma riqueza categorial, que revela o domínio maduro do autor sobre as obras de Marx, dos teóricos marxistas russos e europeus ocidentais e do pensamento social de sua época. A tradução é de Marcelo Braz, de fontes castelhana e francesa, e contém em anexo, a apresentação de Florestan Fernandes a edição dos 70.

Seguimos essa semana (de 26 de agosto até 2 de setembro) com a promoção de livros da coleção Revoluções do Século 20 da editora Unesp.

De R$29 por R$20,30 cada um.

Em tempos de “escola sem partido”, livros de Paulo Freire com 15% de desconto. Das pedagogias às biografias, sempre é bom começar ou continuar estudando aquele intelectual que está no hall dos pensadores anti-colonialistas e libertadores.

Até dia 2 de setembro.