Quando você fica feliz pelo outro, mesmo que a felicidade dela esteja lhe trazendo um pouquinho de angústia e medo, é amor. Quando você deixa alguém livre pra ir, mesmo com o seu peito gritando pra que ela fique, é amor. Quando você motiva alguém a ir conquistar seus sonhos sem você, mesmo que seu sonho seja estar com ela cada segundo do seu dia, é amor. Quando você decide abrir mão da sua vida, pra seguir sua vida junto a dela, é amor. Quando você não teme o futuro, só teme não tê-la em seus braços, é amor. Quando você conclui que não saberá viver um dia com a certeza de que no final dele seus braços não acolherão ela, é amor. É amor quando você ao invés de prendê-la, se propõe a voar junto, para juntos conquistar o céu, construir um novo ninho. É amor quando você sente com todo o seu ser que é amor. É amor. Eu sinto. Então voe. Vá. Eu voarei contigo.

Like what you read? Give Rods a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.